Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carta a uma grande mulher, por um grande amor.

Gostaria de te falar pessoalmente,
mas embora tenha hoje esta oportunidade,
achei melhor deliciar-me deste vício ao qual me fez ser dependente,
o de escrever sobre você,
 sobre nós e sobre um lindo caso de amor.
Meu grande amor,
 não deixemos de ser nós mesmos.
Estamos vivendo agora em meio a atropelos,
 desencontros,
Injurias e ate muitas desconfianças.
Estamos de um tudo fazendo a nos preservar e ocultarmos a
Insignificâncias provindas de pessoas mesquinhas,
 Incompletas, invejosas e inescrupulosas.
Mas não podemos nem devemos desgastar nosso amor.
Amamos-nos e nos queremos muito.
Comentários adversos a este amor não podem e não vão nos ofender.
Querida, pare com seu ciúme, ele já esta quase do tamanho do meu.
E ele não nos fará nada bem, assim como o meu nos incomodou
no inicio do nosso relacionamento.
Já lutamos juntos contra uma pessoa que hoje não mais nos incomoda,
por ela ver e agora crer no nosso amor.
Embora ainda teça comentários irônicos.
Somos pessoas maduras, sabemos o que queremos e
 até aonde podemos chegar.
Vamos então, sigamos juntos, lado a lado, contra tudo e contra todos.
Vivamos na integra este que é o maior amor do mundo.
Deixe que apenas o tempo seja o causador de uma possível separação.
Que por certo não será bom pra mim e nem pra você.
Você é e será sempre esta grande mulher,
Que sabe ser, e sabe mostrar-me.
E tenha a certeza que farei tudo pra tentar chegar à sua altura.
No amor, na vida, na amizade e na nossa caminhada.
Lii Lito
Enviado por Lii Lito em 16/10/2007
Código do texto: T697087


Comentários

Sobre o autor
Lii Lito
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 58 anos
212 textos (12871 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/03/21 08:10)
Lii Lito