Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Te desafio a ler

Como se apaixonar sem se ver?
Como por apenas palavras trocadas você pode ver?
Me viu bem melhor que eu mesma de frente ao espelho, na tentativa de me esconder atrás de um batom vermelho.

Como se apaixonar pelas cartas trocadas?
Pela pessoa que escreveu essas cartas?
Como me completou sem ao menos me conhecer,
Foi o que me perguntava sobre você.

No início fui resistente, mas parecia florescer um sentimento inocente,
então prestei atenção no que você tinha para me dizer,
Enquanto você descrevia a melhor versão de mim,
Eu guardava uma grande emoção,
Impressionada nas palavras escritas com o coração.

Todos os dias ansiosa eu estava,
Pela próxima carta encontrada,
Um sorriso empolgante me dominava,
Imaginando que poderia estar apaixonada...

Eu queria te conhecer, e dar forma e corpo sem precisar se esconder,
Você teve medo do que eu poderia vir a acha,
Mas como não amar a pessoa por trás das folhas de papel,
Que fazia questão de me destrinchar, como em um romance de cordel?
Eu tinha plena certeza que mais surpresa eu não iria ficar, desde o dia que peguei a primeira carta desfrutar, e a cada dia mais curiosa eu ficava, porque você insistia em se esconder.

Marcamos um encontro finalmente,
Não me contive, excitante, empolgante,
Como enfim será te encontrar,
Essa pessoa que veio a me completar,
E de uma forma tão diferente, entre palavras presas em um papel me deixou tão contente, hoje que já o romance se restringe a mensagens no celular,
Emocionada eu estava por em épocas tão difíceis, em que o amor pouco existe,
Um romance clássico desfrutar, e cartas com você trocar.

Eu achei que não poderia mais me surpreender com você,
Porem era uma linda mulher que estava a me escrever?
Como reagir a isso, olhando para mim em pânico você queria ter se escondido,
O que dizer? Parada, assustada sem conseguir me mexer,
Eu que nem tinha ideia do qual seria o próximo passo,
Suspiro bem fundo e relaxo,
Tentando lidar com a situação,
Me aproximando pouco a pouco até segurar sua mão,
Medo evidente em seu olhar, porem não hesitou em deixar me aproximar,
agora sentada ao seu lado compreendia,
qual era sua grande agonia,
de um dia tornar real esse encontro eu vir a te frustrar, e que pudesse ir embora sem te escutar,

agora sabendo que era você que estava a me escrever,
a li ao seu lado eu queria entender,
como foi que aconteceu,
você se entristeceu,
achando que eu não fosse escutar, agora emocionada, perplexa e assustada com minha reação, mal conseguia respirar,
eu fiquei, eu quis ouvir,
o que você tinha guardado para mim,
agora mais calma você me contou, de onde veio todo esse amor,
me senti privilegiada de despertar em você todo esse querer, ainda confusa eu ficava a me perguntar, eu me apaixonei por alguém que nunca imaginei encontrar,
pois a amei sem ao menos conhecer, eu ainda não tinha dado forma, voz, raça ou cor para você,
Desculpe essa minha falta de palavras, eu simplesmente não esperava, que logo por você eu poderia ser amada.
O que devo fazer? Me diga você, devo me esconder ou desse amor desfrutar?
Será que finalmente eu encontrei o amor que eu procurei?
cjk
Enviado por cjk em 27/06/2020
Código do texto: T6989619
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
cjk
Abreu e Lima - Pernambuco - Brasil
134 textos (7110 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/08/20 20:32)
cjk