Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

querido futuro,

não sei o que me guarda ou como servirá meu chá. espero que quente e fresco. gostaria que me fizesse cafuné e beijasse minhas mãos sujas. me trate com carinho, por favor. imploro. o presente está difícil. o espelho é amargo e a água turva. minhas flores não são mais coloridas e os galhos das árvores se espalham pelo meu chão. as cortinas estão rasgadas e os cantos empoeirados. a cama está amarela.
conversei com uma velha amiga no passado e ela me pediu para ser menos dura comigo mesma. menos brusca e mais doce. bebi mel. não deu, exatamente, certo, o presente pode lhe explicar mais. no passado, eu odiei a figura no fundo do armário. no presente, eu tolero. espero que no futuro eu volte a amar.
me traga roupas limpas e água fresca, por favor, futuro. encha as barrigas das crianças e ilumine a floresta escura. cante melodias bonitas e sobrevoe os rios dançando por entre as aves. coloque para dormir aqueles que desejam bons sonhos e afague aqueles que precisam de um toque amigo. me ensine a plantar as sementes que guardo embaixo do travesseiro e me alimente com laranja.
escreva em minha pele as palavras da esperança e me embale em seus braços. o presente encharca minhas roupas com um líquido viscoso enquanto tenta me arrastar para o fundo da casa. o passado já me afogou algumas vezes, mas o presente ainda não. não me afogue também, futuro, lhe imploro. me trate bem. não aguento mais reconstruir meus pulmões de novo e de novo. me ame.
espero que seja leve e calmo com cores suaves. esquente uma sopa para mim e me conte sobre histórias de terras distantes. me olhe nos olhos e diga que está tudo bem. que os grilos cantem e os pássaros façam ninhos no topo das árvores. que a grama esconda as formigas e a cachoeira caia. que o humano se lembre que ele não é só, mas parte de um todo tão grande e belo. que eu me lembre que estou conectada com a terra e ela é minha irmã, mãe e amiga.
querido futuro, espero que traga vida plena e melhor. não gosto de pedir que concretize meu desejos, mas, no momento, é tudo que posso. me traga um doce no meu aniversário. me enfeite com vagalumes e me banhe com luar. me vista com a pele dos deuses e sorria para mim como as borboletas fazem. seja bom.
com amor, uma menina azul
isabel macedo t
Enviado por isabel macedo t em 29/06/2020
Código do texto: T6991387
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
isabel macedo t
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3 textos (28 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/07/20 16:58)
isabel macedo t