Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carta de Saudade

Setembro, dia 21

“...
Eu odeio a sua ausência
Mas com ela eu sei viver!
Contigo tudo é como eu não sei
E sem você somos perfeitos.
Sinto a dor de não te ver
Embora eu fite seus olhos todas as noites, e dias... E horas.
É assim, e só assim
Que minha vida se mantém resumida
Eu já não sei quão mais fundo
Meus pés podem se prender,
Se quer eu sei como e onde
Tudo isso vai se findar.
É no tempo que eu te vejo passar
E o próprio tempo para, para que você passe.
Já senti todos os medos
De quem treme por amar e,
Nada vem à mim de suma surpresa
Como antes se pusera à vir, junto à vaga
Esperança que me tomava nos braços.
Quase quis teu riso em ódio
Como se pudesse adivinhar teu pranto em minha caixa de pínus.
Quase te fiz livre, sem a minha mera presença
Na tua ausência. “
Fabrício Cândido
Enviado por Thiago Oliveira em 02/07/2020
Reeditado em 02/07/2020
Código do texto: T6993918
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Thiago Oliveira
São Roque - São Paulo - Brasil, 21 anos
101 textos (3664 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/08/20 22:46)
Thiago  Oliveira