Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Encontrar o Amor


Encontrar o Amor


Ha. muito tempo o sol já havia se despedido, deixando-nos a mercê da sombria noite que nos abraçava aos poucos, e nós, mergulhados profundamente nas arrestas de problemas inacabados, nem demos por conta dos pequenos e bons momentos que passaram por diante de nossos olhos e emplacamos mais um dia comum em nossas vidas. Foi assim comigo durante muitos anos, foi assim enquanto não tive olhos para ver o que sempre esteve diante de mim, à felicidade.  Por vezes culpamos o tempo sendo que é nossa impaciência que nos impõe limitações, culpamos o amor por não reconhecer suas exigências, culpamos o dia por parecer curto e a noite por ser solitária, jogamos tudo e mais um pouco nos braços do azar e temos o destino como caminho abaixo de nossos pés, sempre foi assim, desde que me entendo como pessoa. Sabemos ao certo o que queremos, e temos na ponta da língua enumeradas todas as prioridades de nossa medíocre vida, mas em momento algum temos a coragem de abaixar nossas cabeças e perguntarmos a nos mesmos, por onde estou indo e para onde estou indo, nos entregamos ao acaso com a mesma facilidade que culpamos nosso destino. E ainda, voltamos às mãos para debaixo de nossos braços, insatisfeitos por não ser grande a nossa sorte e por serem poucas as opções que surgem mesmo sendo nós próprios os culpados por termos tão poucas chances num mundo que nos oferece tudo. O amor, palavra tão complexa quanto simples, para muitos um mistério indisvendavél, não sei ao certo o que pensar sobre o amor, tampouco tenho palavras para descrever o que sinto no momento em que fecho meus olhos para pensar em alguém. O coração que um dia foi meu, poderia falar por si, se algum som alem de suas descompassadas batidas pudessem sair deste pequeno pedaço de carne, esse coração inquieto coloca meus pensamentos na palma da mão, ou pairando sobre minha cabeça, bem ao certo, esse coração, depois que conheceu uma pequena morena que atende por Maria, passou a bater por duas vidas, a dela e a minha, e em meus pensamentos vejo um longo e feliz caminho ao lado dela, um caminho que se transformará em uma linda historia, que se não for escrita estará viva nos corações do fruto deste sentimento que hoje nos enche de felicidade. Sobre o amor, ainda estou tentando encontrar um significado para esta palavra, por vezes penso que o amor nada mais é do que encontrarmos nos mesmo em outra pessoa, eu me encontrei em minha amada, sou feliz e serei sempre feliz ao lado dela, o único desejo que me consome neste momento, e o que posso matar todas as noites, quando a envolvo em meus braços e amo, a amo de todas as formas possíveis.

Para minha querida esposa, Maria.
Ricardo Barbosa
Enviado por Ricardo Barbosa em 18/10/2007
Código do texto: T700111
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo Barbosa
Governador Valadares - Minas Gerais - Brasil, 39 anos
72 textos (7563 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 11:14)
Ricardo Barbosa