Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pluralidade colorida-Carta a Luiza

  Desculpe a demora exagerada da resposta!As trinta e cinco horas por dia tão sonhadas por nós  ainda não passam de maluquice da nossa cabeça e enquanto o cara lá de cima não decidir dar umas reformadas nesse sistema,continuaremos atoladas de tarefas todos os fins de ano.
  Já que vai demorar um pouquinho prEle absorver essa tremenda sacada,o melhor é que a reforma seja feita primeiramente por aqui mesmo.Um bom passo seria encontrar tempo entre uma aula estressante e o estudo desesperado para nossas reflexões grupais.Gosto muito de trocar palavras com você,há um quê cumplicidade de pensamentos e ocorrências entre nós que não existe na maioria das pessoas da nossa idade.
  Lulu,me deu até um arrepio ao ler sua carta.Há muito esperava uma resposta ou um sinal qualquer que pudesse me assegurar que o pedido de perdão e tudo que o envolvia promovera a você algo construtivo.Li cautelosamente a disposição que fizera das facetas da vida.Surpreendi-me com tamanho amadurecimento!
  Gosto de comparar a vida a uma mosaico:quanto mais diferentes e disformes forem as pecinhas arrojadas,mais belo e valioso é o conjunto. Se o artesão unir várias pedrinhas da mesma cor e forma,ainda que sejam  do tipo mais bonito que ele dispõe,a obra perde o atrativo.É preciso,então,colocar as mais feiosas:além de quebrar a maçante uniformidade,a presença das piores faz com que as melhores recebam maior destaque positivo.Um bom exemplo é o do vermelho.A cor sozinha é capaz até de incitar uma dor de cabeça, mas sua combinação com o preto é sempre hipnotizante e maravilhosa.
  É importante,portanto,que haja aspectos ruins na vida pois assim os bons são degustados com muito maior prazer.Fases boas e terríveis andam de mãos dadas em direção ao crescimento interior individual,principalmente se houver sempre a retirada de um aprendizado e abstração o suficiente para transportá-lo ao cotidiano.Pedras lapidadas e lustradas dão sempre melhor efeito do que as rústicas,não?
  Não se acanhe diante dos acontecimentos.Se não fossem as levantadas pós quedas,para quê caminhar?Não podemos controlar os fatores externos.Graças a Deus.
  Sua rota está excelentemente traçada.A amizade é a melhor ferramenta para manutenções no mosaico:não quebra,não danifica o objeto e é de fácil manuseio.Não é preciso medo ou receio.E pode segurar firme na minha mão que a gente lapida junto.

Amor,carinho e muita força transmitida a você.

Renata
Aléxia Machado
Enviado por Aléxia Machado em 02/11/2007
Reeditado em 07/11/2007
Código do texto: T719943

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aléxia Machado
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 26 anos
54 textos (6468 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 12:12)
Aléxia Machado