Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vida que segue

Quando te ligo e você não atende, é grande a infelicidade. Cada segundo sem ouvir tua voz é uma eternidade. Estou por aqui com a alma leve e o espírito desarmado, cheio de erros e acertos como todo ser humano, amei e fui amado. Não tenho vergonha de pedir perdão, não tenho vergonha de falar o que grita meu coração. O que vem por aí eu não sei dizer. Se fiz planos, se cometi enganos, só posso confessar que foi muito bom te amar. Quando for falar de mim, fale com ternura, pois o que vou dizer de você são só coisas boas. Tudo bem, brigamos por bobagens, por coisas à toa. Deixo aqui o meu perdão e peço desculpas. Falhei como todo ser humano falharia, te amei como jamais outro te amaria. Levarei comigo só o teu sorriso, a tua voz meiga, doce e a tua alegria. Perdão pelos ciúmes, essência de quem ama. Se alguém me perguntar de ti, vou dizer apenas que você é uma mulher de coragem, decidida, que enfrenta com coragem os dissabores da vida. Vou guardar boas lembranças da tua imagem que me persegue e dizer como você mesma diz, vida que segue.
Alber Liberato
Enviado por Alber Liberato em 06/04/2021
Código do texto: T7225408
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Alber Liberato
Crateús - Ceará - Brasil, 52 anos
389 textos (11428 leituras)
20 áudios (344 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/04/21 09:15)
Alber Liberato