Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Higói agora é um escravo

De herói errante , incompreendido em seus passos , Higói menino sem coração e cujo cérebro diminuto não principia seus passos atestou a si e aos abutres  futilóides sua disposição em adentrar a caverna .
Expôs com tamanha condescendência o cadáver de uma amizade perfilada.
Vendeu se as autarquias
Arbitrárias
 tudo que tinha
e queria de todo jeito
orar a noite para as estrelas .
      [ Eis ai tua sina
        elas não te escutam
               tuas preces são palha velha
                       que se enterra ou queima com teu ódio ,
                           herói valente não assentes em sonhar
                              ou esqueces que não tens coração ?]
Ludibria com a grandeza seu Josias
 que mesmo ao excelso de vida e sabedoria
 queria a vida como sobra de futilóides .
  É uma caverna
Podem precisar de um Rei
pensava o velho andarilho
queria o descanso e o louvor
Higói em sua saga desenfreada sem escrúpulos , coração e cérebro é um moribundo
Quando finalmente barganhou se a si
mesmo
e entrou na penumbra
percebeu as correntes nos pés .
E as sombras a lo lejos
eram os monstros varonis
que outrora foram objetos de desejo do jovem estúpido , covarde e sem nada .
Ao abrir a boca fugiu a alma
e serviu como toalha de mesa para as sombras
amordaçada
e ferida
puxou o senhor interessado em abutrar
pago um preço também vais pagar
esta era a aurora boreal
dos gentis cavaleiros .
O que será do nosso intrépido herói
sem fé
sem rei
e sem alma .
Como um colonizador branqueado
pelo simulacro
e empatia desforrada
Do cárcere querias entrar
e agora és prisioneiro .

                                         
 
                               
Amandasoueu
Enviado por Amandasoueu em 03/12/2019
Reeditado em 03/12/2019
Código do texto: T6810024
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Amandasoueu
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 30 anos
90 textos (2116 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/19 08:07)
Amandasoueu