Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um Grande Amor ( Anjo Juan)

    Certa vez existiu uma linda princesa.
De pele macia, de uma beleza infinita.
A jovem procurava descobrir o que era amar e ser amada.
A primeira vez que teve este sentimento, achou que seria para sempre, pensou que seria eterno, e viveu por algum tempo maravilhada com aquilo tudo que estava acontecendo.
Mas a rainha descobriu, e fez com que tudo acabace.
Então a princesinha chorando foi para seu quarto, cumprir o castigo imposto pela rainha.
Ela jurava que nunca mais iria amar outra pessoa. Pensou em fugir mas não teve coragem, pensou até mesmo em tirar sua própria  vida
Mas viu que era fraca para fazer isto.
O tempo passou e a linda princesa muito sofreu mas superou aquele amor e o ódio que sentia da rainha.
Agora mais madura e ainda mais linda, tentava encontrar outro amor, mas ao mesmo tempo sentia medo de se apaixonar novamente, por isto seus namoros eram sem motivação e logo acabavam.
E assim foi por algum tempo.
A noite sozinha em seu quarto pedia a seu anjo “ seu cupido” para que lhe desse um amor intenso, alguém que virasse  sua vida de cabeça para baixo.
Alguém que quando a beijasse fizesse-a sentir-se a mulher mais amada a mais desejada,
Que fizesse o mundo parar com um beijo seu.
Alguém que a deseja-se por inteiro, alguém que fosse capaz de lutar contra tudo e contra todos pelo seu amor.
  Então o arcanjo que cuidava de todos os anjos (cupidos)  chamou um de seus anjos e o mandou para a terra  para proteger a princesa e fazer com que surgisse um amor na vida dela.
No caminho para a terra o anjo sorria dizendo: isto será fácil, a princesa é bela, ou melhor é linda quem não haveria de se apaixonar  por ela.
Mais ao vê-la de pertinho o anjo tremeu pairou sobre ela e dizia a si mesmo: nossa que linda, ainda que sua mãe não fosse uma rainha,com certeza ela seria uma princesa.
E algo de estranho aconteceu com o anjo, algo tomava conta de seu corpo, num instante a vontade de beijá-la era imensa, quase não conseguia controlar-se, parou ao lado dela e deslizava sua mão sobre seu rosto para sentir a macies de sua pele;De repente num gesto inconsequente a beijou e prosseguiu beijando todo seu corpo,quando parou se deu conta que ele  era um anjo e não poderia sentir aquilo que estava sentindo, era um amor proibido. A final sua missão era proteger e conseguir um amor para a princesa  e não se apaixonar por ela.
Então,imediatamente ele foi levado de volta a presença do Arcanjo superior  e ficou impedido de ver a princesa.
Agora desconsolado passava os dias quieto, pois não conseguia esquecê-la  nem mesmo por alguns instantes.Ele pensava em varias maneiras de poder estar com ela!
Enquanto isto a princesa também sentia algo estranho, mesmo sem saber do acontecido ela sentia que tinha alguém pensando nela.
Os dias passavam e a angustia tomava conta  do coração do anjo, ate o ponto de ele descobrir que aquilo que ele realmente estava sentindo era amor , ele estava apaixonado pela princesa.E então, ele foi conversar com o Arcanjo e argumentou com ele perguntando-lhe:
-O mais importante da vida não é o amor?
-Sim-respondeu o Arcanjo.
-E ele prosseguiu...o amor não supera tudo?não é o maior dos sentimentos?não é ele que nos deixa feliz ao mesmo tempo que nos da vontade de chorar?
Não é ele que nos faz cometer loucuras?nos faz tremer diante da pessoa amada?
-Sim,respondeu novamente o Arcanjo.
-Então estou amando e se eu não puder ficar com a princesa eu não quero ser mais nada pois nada mais me importa sem ela.
O Arcanjo pensou, pensou, e disse ao anjo.
-De hoje em diante você não será mais anjo, mais vou te dar uma missão maior do que aquela que você não cumpriu.
Você ira de volta só que dessa vez como um simples rapaz e ira cuidar e amar a princesa, ate o ultimo dia de sua vida mesmo que ela não te queira você terá que cuidar e amá-la.
E o rapaz que agora não era mais anjo com os olhos brilhando e o coração batendo a mil partiu para sua missão...

                            Capitulo 02.
  Chegando a terra o simples camponês de nome Juan tratou de encontrar a princesa, mais as coisas não seriam tão fáceis, pois ela pertencia a corte e ele era um simples plebeu. Algo impedia esse amor, mas para Juan nada era impossível, embalado por um amor imenso ele foi à luta, certo dia conseguiu encontrar a princesa em um dos jardins da corte seus olhos se cruzaram e sem reagir à princesa foi beijada pelo rapaz.
Mas o que fazer agora se isto é proibido???Dizia a princesa...
E o rapaz falou, o que sinto é maior que o mundo, e vou lutar por este amor e por sua felicidade, pois sei que você mesmo sorrindo é infeliz então a princesa começou a chorar. E isto só motivava Juan a prosseguir com seus objetivos, se encontravam sempre às escondidas e viviam seu momento de amor e de felicidade. O rapaz a escrevia e falava coisas que ela nunca havia escutado de alguém, aquele amor sobreviveu e criava mil expectativas na cabeça de Juan, ele só pensava nela, falava dela e quando estava sozinho escrevia cartas para ela.
  Mas Juan conheceu o outro lado da vida, agora experimentara a dor a solidão a o egoismo!
   A princesa havia perdido a coragem, ela se deixou levar por costumes e tradições!
A princesa começou a se afastar de Juan, não o respondia mais, e o deixava esperando sem noticias.
Juan não entendia! queria saber o por que? Qual motivo ou rasão?
Para ele quando duas pessoas se amam  é o suficiente para lutar contra tudo ou todos!
  Pobre Juan, ele não entendia que muitas vezes as pessoas são covardes e mesquinhas diante de alguns sentimentos, não sabia que a maldade poderia caminhar lado a lado com o bem, não compreendia esta relação entre o amor e o ódio!
  Em uma dessas noites de desespero em que Juan caminhava pelo jardim na tentativa de encontrar a princesa, ele foi surpreendido por algo que o deixou estarrecido, ele viu a princesa com outro rapaz! ...
Sem reação ou palavras que pudessem ser ditas Juan olhou bem fundo nos olhos da princesa, talvez na tentativa de lhe mostrar sua dor. E lentamente de cabeça baixa Juan se afasta, derrotado, sofrendo, com lagrimas nos olhos.
Por que?
Perguntava Juan, ele não compreendia pois afinal ele era anjo e abriu mão disto tudo para ficar com a princesa, trocou a eternidade por uma vida simples e mortal por amor.
Agora Juan conhecera o mal...
                                   

                                       continua ...

  Caro leitor, resolvi continuar esta historio, porem como ela tomou rumo e proporções inimagináveis, esta se transformando em um livro que espero em breve estar compartilhando com você! Meu muito obrigado!
                 
 
ATE BREVE.
Linésio de Castro
Enviado por Linésio de Castro em 17/09/2007
Reeditado em 02/03/2015
Código do texto: T657001
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Linésio de Castro
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
24 textos (1517 leituras)
1 áudios (240 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 23:26)
Linésio de Castro