Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mensagem a um morto

Sonho.
Estou numa paisagem deserta.
Incomodado tento sair dali o mais depressa possível.
Ando.
Vejo uma pessoa sentada, ela não me vê.
Mas sabe aquela sensação de passar por alguém conhecido e você se voltar pra se certificar?
Pois então:
Me viro e reconheço meu tio, já falecido.
Não sei com os outros mas comigo acontece algo recorrente no mundo dos sonhos.
Converso com os mortos como se eles estivessem vivos e não passa nunca pela minha cabeça que os mesmos estão mortos. Foi assim com a minha finada avó.
Foi assim com o meu falecido pai, mesmo depois de anos após a sua morte, nos sonhos ele aparecia sempre adoentado mas nunca morto, de outra feita em outro sonho, percebi que ele havia sido enterrado vivo mas com muito custo eu conseguira resgatá-lo vivo no cemitério.
Mas dessa vez foi diferente.
Ele era um tio muito querido, ali naquele lugar pude perceber sua terrível solidão, precisava-lhe dizer a verdade.
Virei-me para ele, seu olhar estava tão sereno:
-Tio o senhor sabe que já morreu? O senhor não está mais vivo!
Ao que ele respondeu com uma voz triste:
-Tô vendo que sim, né?
-Olha tem bastante tempo já! Ainda estalei o dedo polegar indicando uma longa passagem de tempo. Tem pelo menos uns 15 anos...
Ao falar assim:
Percebi que a imagem dele foi se dissipando.
Tentei falar-lhe para que ficasse em paz mas a minha voz foi ficando cada vez mais inaudível.
Não consegui falar mais nada.
Seu espectro desapareceu por completo.
Acordei.
NÁSSER AVLIS
Enviado por NÁSSER AVLIS em 20/06/2020
Reeditado em 22/06/2020
Código do texto: T6983261
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
NÁSSER AVLIS
Mairiporã - São Paulo - Brasil
22 textos (2257 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/08/20 18:21)
NÁSSER AVLIS