Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O canto dos contos volume 7

Índice
1° A menina e o arame
2º O príncipe esperado
3º A mergulhadora e o golfinho
4º A Foca e o Sapo
5° A busca pelo fruto dos sonhos
6° o golfinho nadador
7° A baleia dorminhoca
8° A formiga e a madeira
9º A pomba e a flor
10º A foca Fofoca
11º O enfeite falante
12º A serpente rosa
13º A festa das boias
14º A égua pintada
15º O GOLFINHO BRILHANTE
16 A princesa corajosa
17º O FURÃO SAFIRA
18º A neblina da felicidade

A menina e o arame
Era uma vez, uma menina chamada Lívia gosta de correr pela grama. Sempre que pode, e ela também gosta de ajudar. Na quela manhã, ela foi ajudar o seu avô. Chegando no sótão Lívia subiu e foi ajudar o seu avô. Com duas caixas pois o seu avozinho estava cansado, do trabalho no campo. Depois o avô, levou a netinha na cama. E disse        -Depois da escola, vou precisar da sua ajuda!   A netinha falou – Está bem, eu ajudo, e depois dormiu no dia seguinte ela foi para a escola e esperou o termino das aulas e foi para casa, depois de 15 minutos correndo Lívia, viu o seu avozinho com várias ferramentas. E ela foi ao seu encontro. O seu avô falou – Lívia cuidado com o arame! Mas   Lívia não ouviu, e tropeçou no arame. O vovozinho vendo a netinha enrolada e chorando, pegou o alicate e a libertou. Depois ela falou- Minha netinha você deve ter cuidado o arame é perigoso! E Lívia nunca mais ágil sem pensar.
A falta de atenção é um perigo, mesmo quando você quer ajudar!

 
                             
         O príncipe esperado
Era uma vez, no Reino Do Carinho uma princesa. Chamada Ana Carolina Rossi, a princesa era feliz. Ela é a filha casula, da Rainha Tânia Gomes Da Cruz, e do rei José Henrique Rossi. Um dia ela quis comprar um cachorro da raça border coli determinada a princesa procurou na internet. E ela viu um criador dessa raça, de cão chamado Davi Alejandro Novoa. Esse criador no Oasis Da Esperança, animada a princesa foi. Até lá fechou a compra, e para surpresa dela o Davi era. O mesmo que brincava com ela quando era criança, a ligação entre eles foi imediata. Que no período exato de um mês para o Davi, vir falar com o rei José Henrique Rossi, que ele ia levar a princesa. Ana Carolina Rossi para morar junto com ele, e eles se casaram no civil, e estão felizes até hoje.
DEUS é justo




A mergulhadora e o golfinho
Uma semana depois, do seu último mergulho. Cloe estava estudando os dados quando, ela viu um golfinho animada Cloe mergulhou. Atrás dele logo que entrou no mar, ela viu outra parte. Desconhecida do mar ela ficou maravilhada, ainda bem que Cloe lembrou. Que pegou a sua, câmera subaquática.  E imediatamente ela tirou várias fotos do mar, e do golfinho que brincava. Em volta dela, daí eles foram para superfície. E o golfinho permitiu que Cloe, subisse nas suas costas e a levou. Para dar uma volta por uma hora, aí veio um tubarão dragão investiu contra eles. Mais o golfinho pois Cloe no mar, e expulsou o tubarão e a levou de volta. Ao barco e foi aí que teve, início uma amizade. Entre Cloe e o golfinho, e essa amizade é inquebrável.
A amizade dos animais é honesta




A Foca e o Sapo
No Mar De Cristal vivem vários animais, inclusive a protagonista dessa estória. Uma foca chamada Gabriela, ela é curiosa e veloz. A mais veloz da sua família, a sua mãe é. Felicita, o seu pai é Gigio, e a sua irmã Jam   a Jam   é determinada e forte. Um dia Jem falou – Gabi você quer explorar comigo? –Sim, onde a gente vai? – Na Gruta Espelho vamos! – Sim Jam quando! –Amanham logo cedo! E elas foram dormir, para o grande dia. Logo cedo Gabriela e Jam saíram da sua toca, antes de saírem. Elas chamaram os seus pais, e todos foram explorar. E Gigio perguntou –Onde vamos? E Jam disse – Vamos explorar! Dois metros à frente eles viram um pinguim rei. E Gabriela perguntou- Qual é o seu nome? –Olá eu sou Hiago, o pinguim rei! Aí todos falaram – Olá! –O que vocês estão procurando? E felicita disse –Um lugar para explorar! Na hora, que ele ouviu as palavras. Que. Felicita disse Hiago afirmou. 15 metros Á frente tem o Beco De Ouro, e eu posso leva-los até lá.  E lá foram eles, mais Gabriela foi a primeira a chegar. Ao local ela chegou ao local, em 6 minutos. Hiago, Jam e seus pais chegarão em 12 minutos mais tarde, que ela. Mais tarde todos entraram, eles ficaram surpresos com aquele belo lugar. Mais de todos os objetos, brilhantes que tem lá.  Dentro o mais belo, é uma joia camada. A Lágrima Do Golfinho. Ela ú uma joia azul, que varia de cor dependendo da onde a luz. Bate na joia e do humor de quem toca na joia. Ela imediatamente muda de cor, e bem ao lado dela tem um guardião. Um peixe pássaro daí Jam disse- Quem é você? o peixe pássaro falou-Eu sou Cristina, o que vocês vieram fazer aqui focas e você pinguim rei?-Nós viemos explorar! Quando eles estavam tocando na joia, o peixe pássaro deu um grito. E   todos foram presos menos Jam e a Gabriela, que escaparam. Por um triz do ataque, do irado peixe ao perceber a briga. A joia brilhou e dela surgiu a fada da água e ela falou-Eu sou Marine, por que vocês estão brigando?  Parem já! Na hora a briga parou, e Gabriela falou-Nós somos uma família de. Então vão disse marine aí todos exploraram o beco, depois a fada se tornou u, sapo. E agradeceu a todos falando-Eu estava presa mais a verdade, dita pela Gabriela me libertou obrigada a você Gabriela! - De nada! Assim Gabriela e sua família, tiveram muitas outras. Aventuras mais essas são, outras estórias.

Somente a verdade, tem o poder de libertar.

A busca pelo fruto dos sonhos
Era uma vez duas vilas. A vila dos dragões, e a vila dos pandas. Elas são muito amigas, até o dia em que. Um feiticeiro malvado, veio visitar as duas vilas. Ele se chama Baltazar ele é tão ruim. Que qualquer coisa que batia nele a apodrecia imediatamente e se fosse uma pessoa, ou animal mudava de temperamento. Na hora mais para deter Baltazar temos dois protagonistas Dreique e Ling. Baltazar vive, na cidade de Valfenda que foi. Abandonada há 1000 anos, ele tem um protetor, um leão da montanha chamado Alexandre. Ele saia toda a noite montado em Alexandre, para apodrecer. Todas as coisas só para rir, no dia seguinte. Ficar feliz com a sua obra, ele gosta de destruir tudo! Um dia Ling. está caminhando, quando ela vê Baltazar apodrecendo, um buque de flores. Rapidamente, Ling vai falar com Dreique. Logo eles toram contar a estória. Para o concelho das vilas e o chefe do concelho falou –Só tem um jeito de salvar, as nossas vilas e ele é o fruto dos sonhos, ele é a única coisa, capaz de recuperar tudo, que foi apodrecido por Baltazar! – E onde ele está chefe? Perguntou Ling. e o chefe disse calmamente - no vale dos unicórnios! E sem pensar duas vezes Ling chamou Dreique, para irem atrás do fruto dos sonhos. E lá foram eles, só que sem saber que estão sendo vigiados por Baltazar. Ling montou em Dreique e voaram, em direção a o fruto 5 metros à frente eles toparam com um muro, criado por Baltazar. Foi aí que Dreique tentou voar sobre ele. Mais a cada metro que Dreique sobe, o muro sobe três metros. Ai Ling falou- Já chega, soco de gelo! E com um soco, e montada no Dreique. O golpe saiu do punho de Ling, bateu no muro e o despedaçou. Logo depois Dreique usou a sua velocidade, para sair de lá. Só depois de ter certeza, que a ameaça do muro. Ficou para trás Dreique voltou a voar, na sua velocidade normal. Mais a 45 metros   Baltazar criou. Um dragão robô para enfrentá-los. E Ling falou- Dreique obrigada pela ajuda! – De nada! Logo depois dessa conversa, Dreique viu o dragão criado por Baltazar. Ling jogou o soco de gelo, mais o golpe foi totalmente bloqueado. Pela cauda do dragão criado por Baltazar, tentando impedir o avanço da cópia criada. Por Baltazar Dreique diz com firmeza- Ataque da explosão marinha!  E uma bola de água, saiu da boca de Dreique e bateu no dragão robô. Com o impacto, o robô explodiu em mil pedaços. E depois os dois foram enfrente, furioso por ter sofrido duas derrotas. Baltazar apareceu diante dos heróis, fez um ciclone. Que sugou e engoliu os três, e eles giraram por 5 minutos. E pararão, quando eles notaram. Que pararam, eles perceberam que chegaram. No vale dos unicórnios, dois metros à frente os três viram a árvore do fruto dos sonhos. Baltazar viu do céu, mais Ling e Dreique viram juntos. E aí Dreique voou perto dela, mais quando Ling pegar. O fruto Baltazar deu um soco na cauda de Dreique com tanta força. Que os dois caíram nas flores, Baltazar tentou pegar o fruto. E quase conseguiu, só não pegou por que Ling usou a técnica. Da prisão de pedra, então para evitar que o fruto fosse destruído. Dreique comeu ele, pegou Ling. e voltou para casa. Deles saírem, Baltazar levou mais 5 horas. Mais finalmente fugiu. Furioso por ter sido preso, Baltazar voltou com seu leão da montanha. para Valfenda dois minutos depois, ele montou em. Alexandre e foi enfrentar, Ling e Dreique entre as duas vilas Baltazar  fez surgir. um campo de força, e chamou 0s herois para uma batalha. Eeles foram Ling atacou com chute de água mais foi invão, o golpe bateu no. escudo mágico Dreique disparou um raio, da sua boca mais o golpe bateu no escudo mágicode Baltazar. Dreique disparou um raio da sua boca, mais o golpe bateu no escudo. E sumiu  depois Baltazar prendeu Ling com correntes de musgo mais sem que Baltazar notace. Dreique jogou um chuva de cristal  e o prendeu, logo após Alexandre atacou Dreique  a o ver o amigo ser atacado. Ling se soltou das correntes de musgo, e aplicou o soco diamante e o leão também foi pego. Ao ver toda a destruição, que baltazar criou Dreique abril a boca.  Eo fruto estava inteiro, foi ai que Ling disse do chão -Que o efeito do mal disapareça, e apenas o bem aqui prevaleça! Ela repetiu isso, mais duas vezes Dreique voou entre as duas vilas.  E soprou um vento, uma rajada de vento suave. e em dois minutos todo o estrago, sumiue incluindo Baltazar que virou estatua  as vilas fizeram uma festa. e todos os moradores, se tornaram amigos . E ganharam um tesouro a amizade e o amor dos amigos.

O mal não vence o amor








O GOLFINHO NADADOR
Era uma vez, no Mar Da Nobreza um golfinho chamado Eco Taxi. E ele faz várias coisas, entre elas. É nadar sem usar a cauda, e sempre ajudar os fracos. Um dia veio um tubarão -foca chamado Fred. E ele tentou bater em Biba a foca polvo, mas o hábil golfinho. A defendeu e isso se prolongou por, mais dois minutos. Mais por fim. Eco Taxi expulsou Fred, e salvou Biba. E ambos ficaram felizes, e os amigos. Se ajudam sempre que podem.
A amizade verdadeira é rara A amizade verdadeira é rara








A BALEIA DORMINHOCA
Era uma vez, uma baleia rosa chamada Lila. Ela vive no Reino Da Cachoeira Brilhante, mas ela é diferente. Ela gosta de dormir. Mas ela fica, pe da vida quando, alguém provoca os menores. Um dia veio uma lula chamada Neo e ela tenta prender os fracos, mas Lila sempre. Os defende Lila e Neo lutaram, por 9 horas mas. Lila concegui vence-lá e Lila a expulsou. E a fez dormir depois, ela colgou em uma cama de algas marinhas da paz. Ao acordar Neo ficou boa, e a amizade reinou mais uma vez.  E Lila voltou a dormir até, ser necessaria novamente.
A amizade pode se multiplicar







A formiga e a madeira
Era uma vez nos campos de grama grudenta. uma formiga chamaada LICA. Ela é bem curiosa, mas tanbém temerosa. Um dia LICA estava pescando. Quando subtamente a linha quebrou, porem a percistente formiga tentou por outras duas vezes.Porem na última, ela fisgou um peixe e junto veio um pedaço de madeira, e a abil formiga levou o peixe para o formigueiro, junto com a madeira. apôs 2 minutos a formiga notou. Que dentro da madeira, tem uma vespa, e una formiga de fogo. Então LICA disse- Não imprta, o tempo que leve, eu  LICA vou solta-los! E assim LICA  fez, e começou a roer a madeira. Mais como LICA é  a menor formiga, ela levou três meses para. Cortar metade da madeira,  mas mesmo assim. LICA  não desistiu, e continua contando a madeira. As outras formigas ouviram o barulho da madeira sendo cortada, e foram ajudar LICA um minuto depois. A madeira virou pó  e a   vespa, e una formiga de fogo, finalmente sairam e voltaram. para as suas casas. e LICA virou a heroina do formigueiro, e nunca mais precisou ser temerosa. Com as outras formigas, porem a sua curiosidade permaneceu intacta e ela teve muitas aventuras, mas essas são outras estórias.
A persistência  recomprença quando, você faz o certo.


A POMBA   E A FLOR
No céu voava uma pomba branca chamada Pluma, ela voava de dia. E de noite e isso foi continuando normalmente. Até a noite que Pluma, viu uma rosa azul. Brilhando bem forte num tom azul claro, comovida pelo brilho da flor. Pluma posou ao lado da bela flor, e disse triste- Há DEUS, DEUS por que essa bela, flor está aqui sozinha senhor DEUS! E DEUS disse-Pluma, Pluma eu criei essa flor brilhante há anos. E você foi à única que a notou por isso você vai ser a única. Que pode voar com ela! E Pluma ficou tão feliz, que pegou a flor no bico. E voou por três anos. Até o dia que uma bola de tênis, quase bateu na cabeça de Pluma, mas em vez da cabeça de Pluma. A bola de tênis bateu na flor, ao ver as pétalas da flor espalhando-se ao vento Pluma chorou.  E DEUS disse calmamente- Não chore Pluma nesses três anos, que você esteve voando com a flor. Notei que você  ficou mais feliz, voando a noite coma as pétalas da flor!  E assim foi feito, Pluma comeu as pétalas e durante o dia Pluma ficou branca com uma rosa azul, no peito. E a noite a rosa saia do peito de Pluma, para o seu bico. E assim por cofiar em DEUS, Pluma se tornou. A pomba mais feliz do mundo.
Confiar em DEUS, é o certo DEUS não desaponta os seus fieis.

 

 



A foca Fofoca
A foca Fofoca  come pipoca. Todo dia,  toda hora. A foca Fofoca nada na paçoca! Isso até o dia que a foca Fofoca encontrou Lila a leoa, contente Fofoca falou- Lila ai quer comer pipoca! –Quero sim Fofoca. E lá foram as duas, procurar pipoca para comer, correndo e pulando as duas vão. Para cá e para lá até finalmente há um circo, lá a foca Fofoca encontrou a pipoca. E chamou Lila para comer, as duas amigas estão há se fartar com pipocas voando pelo ar, uma, duas três  comer rápido não é a vez. Quatro, cinco, seis, sete, correr, correr e tropeçar na bola de basquete. Mas no fim valeu a pena sim, pois a foca Fofoca, consegui realizar o plano sem falhar. O plano de pipoca se empanturrar, e para a noite bem terminar. Fofoca convidou Lila para na paçoca nadar até o sol raiar, quando raiou o sol as duas se despediram com um forte abraço. Com emoção que fortaleceu o laço entre elas. O laço  que fortaleceu, entre elas não dá para. Se ver não o laço fortalecido é o laço do coração.

A amizade do coração, não se compra não.

O ENFEITE FALANTE
Numa noite tudo, estava normal até que na. Quela mesma noite , o senhor issor comprou uma árvore de natal.  E a levou para casa, ele e a sua amada esposa enfeitam  a árvore juntos. Porem tem um que os dois colocam  almesmos tempo, ele é uma bola azul clara, e depois da festa de natal, eles guardão a árvore. Assim foi por 30 anos, mas aquela bola, azul clara tem nome ela se chama JESUS e a cade que JESUS é. Pendurado na árvore de natal JESUS fala -Eu sou  JESUS, e eu tenho a felicidade! E assim foi, até o senhor Issor e a sua amada esposa. Terem dois filhos um casauzinho, e a felicidade. Na casa do senhor Issor, pôs JESUS  gostava. De ser pendurado na árvore de natal, mas os outros enfeites não. E sempre que JESUS era colocado na árvore de natal ele falava -Eu sou JESUS, e eu tenho a felicidade! Nos amos que se seguiram, cada um dos membros da familia, do senhor Issor coloca JESUS  na árvore.  Até o dia que o senhor Issor pega, a caixa dos enfeites abre e ve. Que todos estão velhos, a árvore já está decorada. Mais subitamente, antes de fexar a caixa, o senhor Issor pega JESUS e entrega para a sua filha mais nova pois a familia agora tem três filhos duas meninas e um menino. A mais nova poem JESUS bem no alto no entamtato, ele cai e quebra todas as crianças. Choram pelo susto ai, o senhor Issor e sua amada esposa disem caumos -Este enfeite já, estava velho, mas a felicidade nunca saiu de casa, vamos espalhala pelo mundo? E as crianças foram ajudar seus pais, a varrer a poeira. Para fora de sua casa, porem ao fecharem a porta. Uma coisa aconteceu a poeira que, JESUS deixou  no chão ganhou vida. E disse -Eu sou JESUS, e eu tenho não eu sou a felicidade! E JESUS espalhou a felicidade pelo mundo inteiro.
Somente JESUS é a verdadeira felicidade.







A SERPENTE ROSA
A serpente rosa, adorava passear. Ela andava passeando de boa, quando um caçador de serpentes. Veio até a floresta das cores levar, a serpente rosa para o zoológico. Porem ele saiu com tanta, pressa que esqueceu o seu. Equipamento de caça por isso o experiente porem atrapalhado caçador, tem que arrumar os seus equipamentos atrás. Da rápida e escorregadia serpente rosa opa esqueci  de mencionar, a serpente rosa não tem veneno quando ela morde. Ela faz a pessoa dormir, porem o caçador ainda não  sabe disso. O caçador está se aproximando da serpente rosa, que está nadando no lago aquarela. Passo a passo, o caçador se aproxima. Da  serpente rosa até chegar há, 5 centímetros da serpente rosa. Mas subitamente a serpente rosa se virou, e mordeu aperna do caçador que imediatamente. Dormiu por 15 minutos, ao acordar a serpente rosa estava. Ao seu lado o afobado caçador, tentou prende-la novamente. E a serpente rosa o mordeu de novo, e ele dormiu novamente. Ao perceber que se estivesse, ao lado do caçador. Quando ele acordasse ele, tentaria captura-la novamente a astuta serpente rosa fugiu. E quando o caçador acordou outra vez após 15 minutos, a astuta serpente rosa saiu. Rastejando e fugiu da ameaça a sua liberdade, e deixou o caçador apenas com a vontade. De captura-la e  leva-la ao zoológico, será que o caçador. Conseguira em fim levar a serpente rosa para, o zoológico acompanhem as próximas estórias e descubram.
Fiquem longe de qualquer ameaça, só assim você ficará livre.













A FESTA DAS BOIAS
Numa piscina meio rasa, meio funda tem  5 boias. Uma de tartaruga, uma de cachorro, uma de vaca, uma de foca, e uma de golfinho. De dia elas são boias, de piscina normal mais durante a noite. As boias ganhão vida, e fazem uma festa. Super divertida, tanto que  todas as boias gostavam da festa noturna. A festa durou 10000 anos, sem ninguém notar, mas isso foi só até aquela inesperada noite. Quando a boia borboleta, saiu voando  durante o dia. Ai uma menina chamada Aliá viu a boia voando sozinha. E Aliá foi atrás da boia borboleta, e viu todas se divertindo. A festa estava  tão boa e Aliá foi correndo para, a festa e de tanta alegria. Aliá pulou na piscina quando as boias, se molhão com o pulo de Aliá, se assustaram. Porem as boias não fugiram,  mas as boias de vaca e de borboleta. Nãlo gostaram e sercaram a menina, no entanto as boias de foca, tartaruga, e golfinho não deixaram. Inesperadamente  o golfinho disse calmo-Olá quem é você menina? -Aliá, eu sou Aliá! O cachorro falu bravo, - O que você está fasendo aqui pirralha? -Segui a borboleta e vim me divertir, com vocês!  Comovidos pela resposta da Aliá, as boias  pediram para golfinho torna-lá imortal. O golfinho fez mas diferente da imortalidade normal. A de  Aliá  é especial ela não para de crescer, e alem de não invlhecer ela pode. Virar criança quando quiser e foi assim que, Aliá ganhou três presentes. Alem da imortalidade durante o dia Aliá  tem uma vida normal,  e a noite ela faz a festa com todas as boias vivas, e o terceiro é que. Ela nunca vai envelhecer e virar idósa. E todas as boias vivas viraram suas amigas, para sempre.
A amizade verdadeira é eterna não importa, qual seja essa amizade.
 

 
 



A égua pintada
As équas gostavam de pastar, o dia inteiro sem parar. Menos uma que gostava de brincar, o nome dela é Peni! Ela brinca de corrida, e de pular. Um dia Peni estava correndo no pasto, e viu um urso pardo. Tentando ferir as outras éguas mais Peni, não deixa pois todas elas. São suas amigas o embate entre a égua e o urso durou um dia, e meio. O urso ataca, e a égua pula e corre. Mas no fim desse período o urso foi embora dizendo- Desculpe égua pintada, eu só estava brincando, estou afim de afugentar as outras éguas!  -Não eu vi você tentando ferir as minhas amigas, e eu não vou deixar! E Peni expulsou o urso, mas antes ela perguntou. –Qual é o seu nome? Yuri, meu nome é Yuri! Convencida que Yuri mudou. Peni o perdoou e ele se tornou amigo e protetor. De todas as équas, e Peni ganhou um amigo de verdade, e um parceiro para defender o pasto. E as vidas das suas amigas, éguas também a vida toda

                        A vida dos animais, é preciosa também

O GOLFINHO BRILHANTE
No mar da luz, mora uma família de golfinhos cinza. Eles têm só um filhote, o seu nome é Brilhante. Ele   é diferente dos outros golfinhos, mas essa diferença não. Aparece qualquer hora, somente à noite. Durante a noite, ele brilha e por isso todos os outros golfinhos não ligam para eles. E o isolam Brilhante que acaba, ficando sozinho a não ser pelos seus pais. Essa situação durou, até o 6 de abril. Quando Brilhante saiu sozinho durante a noite para explorar o mar da luz, o primeiro animal que Brilhante viu foi um pônei marinho, curioso ele seguiu o pônei marinho. E por fim ele a viu a pônei entrar em uma ravina, e a seguiu ao entrar Brilhante notou que a ravina é linda. Toda decorada com algas luminosas e lá dentro tem mesas de pedra coloridas, cobertas com toalhas de flores, e cadeiras de perolas multe coloridas. Admirado com tanta beleza, Brilhante continuou a sua exploração. E finalmente depois duas horas e meia, a pônei marinha notou que está seguida e diz Quem está ai? O surpreso golfinho disse temeroso, - Eu sou Brilhante o golfinho! A pônei marinha ao ver um golfinho, na ravina se surpreendeu e exclamou –O que você está fazendo aqui! – Estou explorando, estou explorando sou curioso! –E você como se chama? - Centelha, eu sou Centelha! E os dois conversaram a noite toda, no dia seguinte Brilhante e centelha. Nadaram felizes o dia todo, e isso aconteceu por 2 anos e meio. Até o dia em que Brilhante chamou os seus pais, para conhecer este belo lugar. Contentes por receber notícias de seu filho, os dois golfinhos cinzas. Foram correndo até lá, e ficaram espantados com a beleza. Do lugar e ao ver a felicidade do filho, os golfinhos cinzas afirmaram filho você deve ficar aqui! E assim foi feito Brilhante está morando na ravina, e antes de irem embora eles prometeram, que iriam visita-lo sempre que possível.  E assim foi feito Brilhante passo a morar na ravina, e seus pais o visitavam sempre que. Podiam dessa maneira Brilhante finalmente conseguiu, o que tanto queria a sua paz, a sua liberdade, um lugar vasto para explorar, e com Centelha Brilhante ganhou também. Uma amiga verdadeira, leal, honesta, e sincera.
 
A verdadeira felicidade vale a pena.

       
A princesa corajosa
A princesa Ariel estava dentro de um barco, com a sua filha que se chama Melodi, a princesa está em uma festa no barco,  e ai chegou a bruxa e  ela pegou o garfo do vovô da Melodi ,e com o garfo a bruxa congelou todo mundo menos a Ariel e a Melodi, mas a terrível bruxa quis tentar, congelar  a Ariel e  conseguiu ,desse modo Melodi enfrentou a bruxa sozinha ,a bruxa pensou que Melodi era fraca porem se enganou, Melodi correu bem rápido e sem que a bruxa notasse tomou o garfo das mãos dela, e com a ajuda do garfo Melodi descongelou todos. Depois disso Melodi jogou o garfo para o seu, vovô que congelou a bruxa, e ela nunca mais se libertou e assim Melodi  reuniu-se novamente com sua família. E viveu feliz para sempre mantendo a coragem e a bondade em seu coração para sempre.
A coragem sempre vence a imprudência.


 

O FURÃO SAFIRA
No reino dos furões, tem furões de todas as cores e tamanhos. De pequenos a grandes, mas de vez em quando nasce um furão raro ele se chama furão  safira. O furão safira vira o líder do bando, o dia enfim chegou, os antigos lideres do bando. Sol Brilhante e Lua Luminosa vão mudar de pelo  pois , no caso deles foi mais raro ainda.  Pois os dois são furões  safira, e isso só acontece muito raramente. Mais o nascimento dos filhotes de Sol Brilhante e Lua Luminosa, tem um rito e os pais tem, que perder o pelo  safira. E assim foi feito, o Sol Brilhante ficou com o pelo  amarelo e Lua Luminosa ficou com o pelo prateado. O 1º filhote tem pelo negro, e o segundo tem o pelo   safira. O  filhote de pelo negro assumiu  como regente,  até seu irmão ter idade. Se passarão 18 anos,  e o irmão mais novo  pode assumir agora. E o furão mais novo finalmente, pode reivindicar  o posto de líder.  Do furão  safira e o reino foi governado, sabiamente. E o ciclo pode reiniciar infinitamente, com justiça.
A natureza deve ser protegida



   




A neblina da felicidade
Num vilarejo todos os moradores, mais  velhos são carrancudos, bravos, e mal humorados mais um dia aparece uma neblina. Sobre o vilarejo  supressos todos foram ver,  eles se espantaram pôs os moradores nunca tinham visto. Neblinas  na vida passado o susto todos voltaram para suas casas. No dia seguinte as crianças notaram que os adultos estavam menos carrancudos, e bravos, e que eles estavam  mais felizes. Assim foi por vários dias, até que tão inesperadamente quanto veio. A neblina foi embora, no entanto aquele sentimento não. Desapareceu então todos fizeram uma reunião na, capela do vilarejo e descobriram que não era a neblina. Mais sim que a felicidade estava dentro, deles mesmos.
A felicidade está dentro de você, basta apenas procurar.
   
 
  Convido há todos que lerem, esse texto. Para fazer duas coisas.
 A 1ª é eu lancei um livro, ele se chama. O canto dos contos, ele está disponível no Clube de autores. Em formato físico, ou Ebook entrem lá e boas compras entrem com a palavra-chave ele tem uma sereia na capa canto.
 A 2ª é que eu tenho um canal no youtube . Ele se chama leo contos e tem a foto de um leão de fogo, de uma olhadinha dá um like e se inscreva no canal e divulguem o meu livro e o meu canal para todos os seus amigos l vocês não vão se arrepender garanto, obrigado a todos que se inscreverem no meu canal, e também há todos que comprarem o meu livro obrigado
Leo_contos
Enviado por Leo_contos em 24/11/2017
Código do texto: T6180696
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leo_contos
Cotia - São Paulo - Brasil, 38 anos
626 textos (24702 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/07/18 22:15)
Leo_contos