Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Relembrar

Eu estava no meio daquela agitação, em uma sala, com onze crianças, de seis meses a dois anos.
Ela era a maoirzinha, com mais três ou quatro, na mesma idade.
A menina me ajudava com os menores, colocava a xupeta na boca do nenê para acalmar. Até  cantava uma cantiga de ninar.
Eu tinha que ficar atenta, com o olhar correndo para onze lados.
De vez, ou sempre, Mônica  Este era o nome da garotinha. Ela vinha dizendo :tia João brigou com o amiguinho. Lá ia eu, conversar com o menino. Dizendo:João você não  pode brigar com essa criança. Porque tia? Perguntava o menino. Eu:porque ele é seu amiguinho. Amigos não  brigam, só brincam.
Mônica saia satisfeita por ter me avisado.
Ela era muito esperta, falava sem parar, igual uma papagainha.
Desenove anos depois, encontro o contato dela, e através do celular.
Hoje contei a Mônica essa graça de menininha que era, que guardo com carinho em meu coração.
bondosa
Enviado por bondosa em 31/10/2019
Código do texto: T6783919
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
bondosa
Wenceslau Braz - Paraná - Brasil, 58 anos
807 textos (31864 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/19 08:11)
bondosa