Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A tempestade

 Sobre a pele noturna da solitária floresta despencam chuvas torrenciais. Ventos fortes castigam a noite e flechas de raios são lançadas do arco da tempestade. As árvores  são açoitadas pelo vendaval e sentem dores agonizantes; suas folhas e galhos farfalham em gritos horrendos. Tormentos, lamentos...Pacientemente a floresta recebe o mal tempo... Depois da dor, a calma... O amor. O tempo se acalmou, consolou e seu humor pétreo em delicadeza se transformou. O dia nasceu, sol brilhou; as árvores estão verdes, lavadas e cheirosas;  o céu está azul e os pássaros a cantarolar. A natureza se renovou.
Jânia Lopes Martins
Enviado por Jânia Lopes Martins em 17/05/2016
Código do texto: T5638432
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Jânia Lopes Martins
São Mateus - Espírito Santo - Brasil
544 textos (30053 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/21 01:22)
Jânia Lopes Martins