Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

      .

              

     Como encarar a velhice é um dos grandes problemas daqueles que chegam a esse estágio.

    Sim,porque  quando  o tempo e o espelho revelam as rugas  e dores na coluna ,nos joelhos e  as artroses começam a  surgir muitas vezes  o “idoso”(palavra difícil de aceitar)  tendem a achar que  a vida chegou  no limite maximo e muitos perdem a esperança  e o sonho.

Não existe tempo marcado para o sonho e nem para se realizar um ideal.Sempre é tempo de sonhar...

E aí sim renovar as energias ,realizar tudo o que se desejou  durante a vida, e que por diversos motivos não se concretizou,acreditar sempre que existe amanhã,pode ser uma fórmula mágica.

E essa força è que o impulsionará para  esse ponto de partida...

A historia de D.clara e Sr. Antonio é um exemplo para elevar a auto estima  das pessoas  que , não sendo mais  jovens , ainda acreditam no futuro.

             

           VELHICE ; UM PONTO DE PARTIDA

        

È verdadeiramente uma tolice achar  que  a idade  torna os  velhos incapazes  de renovar  suas  vidas. A velhice deve ser encarada como mais uma fase da existência  e por sinal  talvez  a melhor  de todas porque  se pode  ter   mais   autonomia,decisão pelos  seus  atos  e quem sabe mais  autonomia.

         D.Clara  e Sr Antonio,ambos  aposentados   queriam  um objetivo  para suas vidas  e por  isso  chegaram  a conclusão que deviam  estudar.os filhos  foram  consultados sobre  a idéia de seus  pais e  resolveram apóia-los.

E foi  assim que aos 68 anos Clara resolveu   cursar  a Faculdade  de Direito,seu grande  sonho de juventude e Antonio também  passa para o vestibular de  medicina,pois era   um excelente enfermeiro antes  da aposentadoria e por coincidência vai estudar com o filho mais novo que escolheu a mesma carreira ..

Ambos  estavam  radiantes,pois  somente  agora  surgia essa oportunidade apesar da idade que ainda não pesava para os dois.   Lucia era  vizinha   do casal e um dia não  agüentando  mais a curiosidade  interpelou  Clara:

        -Ora vejam só   porque vocês dois já com alguma  idade resolveram estudar agora mais para quê??Qual  o objetivo que pretendem alcançar?

Clara  responde:

        _Minha  querida vizinha, você não imagina o prazer  que estamos  sentido  ao  ingressaremos na Faculdade,era nosso grande  ideal.

Quando mais jovens cuidamos de nossos filhos e dos estudos deles, não tínhamos tempo de pensar em nós,vivíamos para a família  e para nossa formação dos filhos. Mas agora nada nos impedirá de conseguirmos o ideal almejado, nossos filhos já estão  encaminhados  na vida,tornaram-se independentes.  Lúcia, bem mais jovem que Clara não conseguia entender que naquelas pessoas de meia idade havia mais  esperança e expectativa de vida que superava qualquer obstáculo.

          Cada época da vida temos que ser objetivos e determinados em nossas  decisões e não pensar que a velhice e  o ponto final das nossas ações.A preocupação com o  tempo que falta de  vida acomete as pessoas mais velhas ,como se a velhice acabasse com os sonhos. O mistério da vida não está necessariamente “contando tempo”, senão a morte atingiria somente os velhos, o que não e verdadeiro.

            Clara terminou com excelentes notas a faculdade de direito e junto com a filha mais velha Helena, montaram um escritório de advocacia, faziam muito sucesso porque Dra.Clara era brilhante em suas defesas que aliadas a experiências já vividas pela maturidade eram bastantes reais ,incentivada ela enchia de orgulho seus filhos. Antonio seu marido formou-se no ano seguinte junto com o filho mais novo Gilberto,pois eram colegas de turma. Foi muito emocionante  para pai e filho aquele novo desafio de cuidar  dos doentes juntos, pois após passarem em um concurso público trabalham no mesmo hospital.

               Esse casal de idosos,além do exemplo passam  uma  grande  mensagem de estímulo e confiança no futuro,porque acreditaram  e investiram no  sonho e buscaram seus  ideais.

              A persistência  de Clara e Antonio servem  de estímulo para aqueles idosos  que acham que chegaram ao final do tempo de sonhar.Existe sempre algo que deixamos de realizar durante a vida e sempre é tempo de faze-lo.Nunca é tarde!!!

                Ser necessário para alguém ou alguma coisa eleva  a auto-estima  do ser humano em qualquer idade
zezebarcelos
Enviado por zezebarcelos em 29/08/2007
Reeditado em 30/08/2007
Código do texto: T629548

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
zezebarcelos
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
50 textos (4369 leituras)
1 áudios (118 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 20:07)
zezebarcelos

Site do Escritor