Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tanto faz...

O que se passa na mente de um ser humano é extremamente diverso, mas, genericamente, a comida pode definir como as pessoas são. Claro que não com uma precisão exata, mas de modo geral pode funcionar. Que fique claro que não estou falando de uma descrição única, mas sim de uma idéia geral.

Lá nos Estados Unidos o “fast-food” os define. Rápidos, vazios de sentimentos verdadeiros e com seus sorrisos falsos para o público. Algumas vezes podem até ser extremamente úteis, mas quase sempre apenas se preocupam com o próprio crescimento, sem perceber que existem outras razões na vida fora o dinheiro e o poder.

No Japão, aquela comida sem graça revela uma sociedade igual. Robotizada, sem demonstrar o que realmente está sentindo, controlada por um sistema manipulador e preconceituoso. Tem uma fachada agradável, mas quando é vista de verdade, acaba perdendo todo aquele encanto que antes pôs sobre aquele sonhador que esperou bem mais que recebeu dali.

É bem mais irritante e idiota o que está a seguir, mas não deixa de entrar no contexto. Os judeus não comem carne de porco, e caso você vá ali no supermercado, deve ser uma das mais caras carnes que têm, o que lembra aquela fama de avarentos deste povo.

A elite brasileira degusta do melhor filé mignon, temperado com a passividade e com a ignorância do povo. Esta sempre tem o acompanhamento ideal, mas sempre é a parte principal, apagando o que o resto poderia fazer no local.

Já para a maioria da população, há aquele arroz com feijão básico. Simples. Suficiente para manter eles para mais um dia de trabalho duro, continuando a dar o tempero para o alimento dos superiores. Com tudo o que é necessário para o organismo, mas sem ter a idéia de que tem toda essa importância. Para eles, o único tempero é a ilusão do que eles poderiam ter sido caso tivessem escolhido um outro caminho.

- Ah! Se eu tivesse estudado mais um pouco... Tanto faz...

Um dia tive a idéia de escrever uma crônica, mas a fome chegou, então fui comer uma pizza com uma coca. Bem desleixado. Quando voltei, a idéia tinha fugido. Tanto faz...



Nota do Autor: Veja bem, eu não disse que comida japonesa é ruim, apenas que é sem tempero, como ramen (aqui chamado de lámen) ou o arroz. Em relação a comida judaica, o motivo real é religioso.
Bruno Eleres
Enviado por Bruno Eleres em 05/11/2007
Reeditado em 07/11/2007
Código do texto: T725028

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bruno Eleres
Belém - Pará - Brasil, 26 anos
46 textos (1905 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 23:15)
Bruno Eleres