Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

(Miniconto) A COBIÇA DO JAZIGO

(Baseado em fatos reais)

Albertinho era o Júnior da família de 5 irmãos, mas não era o caçula. Jovem ainda, suicidou, deixando mulher e 3 filhos pequenos.
Seus pais, por isto, compraram um jazigo de três lugares no cemitério da cidade, onde o enterraram.
Exatamente um ano depois, enterraram também a mãe, que após o seu falecimento, a cada dia definhou de desgosto.
Anos mais tarde, foi a vez do pai, este em idade avançada, com os seus 87 anos.

Com a morte dele, o caçula ficou como inventariante de seus bens, um inventário complicado e demorado para repartir aos herdeiros. Nesta altura só havia um filho vivo, mas 13 netos que herdavam.

Transcorrido isto, algumas coisas menores ficaram foram do rol a ser repartido e entre elas, aquele jazigo.

Aconteceu da nora do velho, esposa deste filho inventariante, cobiça-lo só para a sua família e sem o conhecimento de ninguém, mandou abrir, retirou as ossadas para um lugar comum no cemitério e o reformou para dois lugares, dizendo que agora, o mausoléu era só deles.

Os filhos de Albertinho não gostaram nada dessa decisão de ter dado fim aos restos mortais do pai daquela forma, mas mesmo contrariados, fizeram vista grossa como o restante da família, para evitar atritos.

Pois bem:
Essa nora mandou ceramicar o lugar, gradeou, deixou o espaço como novo e se vangloriava de ter feito a reforma.
Depois disso, seu marido que até então era saudável, começou a adoecer; primeiro com um problema cardíaco, depois quebrou o fêmur, foi levado a várias cirurgias, ficou em cadeira de rodas e numa destas operações para consertar os ossos, teve uma embolia e faleceu. Inaugurou o tão querido jazigo lustroso.

O restante da família está viva e passam bem.
Ene Ribeiro
Enviado por Ene Ribeiro em 01/08/2019
Código do texto: T6709590
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Ene Ribeiro
Goiânia - Goiás - Brasil, 57 anos
18235 textos (293124 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/01/20 12:39)
Ene Ribeiro

Site do Escritor