Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um dia de Primavera

O Sol nasce e traz uma luminosidade a este lindo dia de Primavera.
As crianças começam a sair de suas casas. Os seus gritos de alegria contagiam aqueles que à sua volta trabalham. O João, o Pedro e mais alguns, também traquinas, combinam o que poderão fazer neste dia tão lindo. Um sugere que joguem à bola, outro  ir à fruta no quintal de um vizinho mas no meio de toda aquela algazarra, a voz do Pedro foi mais forte. “Vamos à pesca!”. Há uma troca de olhares e lá vão todos pescar.
Chegados ao riacho, começam a preparar uma forma de apanhar algum peixinho mais atrevido e desprevenido, pois com a falta de apetrechos, tiveram de pensar em algo. O João disse: “Vamos abrir um buraco com uma entrada, e se algum peixe vier, fechamos a entrada depressa!”.
Esta ideia foi rejeitada. Outras vieram, mas também foram rejeitadas, até que, a voz do Pedro voltou com uma sugestão, que foi do agrado de todos. “Vamos embora! Porque é que vamos apanhar estes peixinhos tão pequeninos? Já repararam, que este vai e vem, até dá mais alegria ao nosso riacho?” Assim foi. Com esta decisão, todos regressaram às suas casas, mas os peixinhos lá continuaram, com aquele vai e vem, a dar mais alegria ao riacho.
Carlos Jorge Gomes Candan
Enviado por Carlos Jorge Gomes Candan em 13/11/2007
Código do texto: T735374

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Jorge Gomes Candan
Portugal
51 textos (1409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 20:08)
Carlos Jorge Gomes Candan