Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Rei e os cães selvagens

      Um rei tinha dez cães selvagens. Sempre que um servo cometia um erro, ele o jogava para os cães. Daí um de seus servos fez algo errado e então, o rei ordenou que ele deveria ser jogado aos cães.
      O servo disse: - Eu o servi por dez anos, por favor me dê dez dias antes de me jogar aos cães! O rei lhe concedeu.
      Na prisão, o servo pediu para um dos guardas que gostaria de servir os cães durante os próximos dez dias. O guarda concordou e o servo pôde alimentar os cães, limpá-los e banhá-los com todo o conforto.
      Quando os dez dias acabaram, o rei ordenou que o servo fosse jogado aos cães como punição. Quando foi lançado, todo mundo ficou surpreso ao ver apenas os cães vorazes lamberem os pés do servo.
      O rei, perplexo com o que estava vendo, disse: - O que aconteceu com meus cães?"
      O servo respondeu: - Eu servi os cães apenas dez dias e eles não esqueceram os meus serviços. No entanto, eu o servi por dez anos e o senhor se esqueceu de tudo no meu primeiro erro.
      O rei percebeu seu erro e ordenou que o servo fosse salvo.

      Moral da história:
      Que possamos sempre nos lembrar dos acertos alheios e não só dos seus erros. Há pessoas que, de repente, se esquecem das coisas boas que alguém fez por eles. E assim que esse alguém comete um erro, já é logo condenado.
Do Whatsapp
Enviado por Paulo Seixas em 13/01/2018
Código do texto: T6225329
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Seixas
Campina Grande - Paraíba - Brasil
1005 textos (49566 leituras)
20 áudios (702 audições)
9 e-livros (136 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/01/18 04:01)
Paulo Seixas