Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

**Joãozinho e,*O LEÃO e a LEOA**PRIMEIRA-PARTE*

*OBS*:Esta estórinha o"meu Papai quem nos contava,a mim e meus irmãos quando eramos crianças.,Nas noites nós a criançada sentavamos em volta de papai e ele nos contava todo-feliz junto de nós,"Enquanto isso a mamãe bordava ou fazia crochê alí perto da gente...Quanta saudade daquele tempo meu DEUS!"Comecei então "EU" contando causos para todos e,meu irmão Milton gostava demais em me ver contando pois, porque inventei muito coisa neste conto e,Eu imitava as vozes dos personagens e fazia caretas qdo se referia aos personagens feios,para cada um uma careta e uma vóz diferente,só para o Belo Joãozinho era que eu não fazia careta e nem mudava a fala ao falar pois ele era mui lindo....rss..."Era maravilhosa nossa infancia,Resolví relembra-la aqui publicando-a, para todos que gostavam de me ouvir contar causos,principalmente para voce"Maninho que sempre me pedia para contar a estória do Mané e Juaquim...rss,mesmo depois de casado voce me pedia e,era gostoso pois ajuntava crianças vizinhas para ouvir-me tambem.,rss.,Até o irmão Edval vinha em casa trazendo o filhinho  Asafe[hoje ja casado com uma sobrinha de meu cunhado Marcos,a Patricia],rss,com disculpa o irmão Edval dizia:Beija,o Asafe quer escutar a histórinha du Mané e Juaquim ...rss...só para me ouvir falar fazendo caretas.,"Papai amava contar historias pra nós,"Um Dom" que,ficou em mim...saudade deste tempo,Foi linda nossa infancia,mui linda mesmo,tanto na roça qto na cidade,tivemos uma infancia mui abençoada,graças ao Amor e carinho de "PAPAI e MAMÃE"...Graças dou a DEUS por tudo,Glórias ao SENHOR.
      "Com lágrima nos olhos estou aqui postando este conto..;
*****************************************************
                                    [Primeira parte]
                         **************************
*Era uma vez tres irmãos,Joãozinho,Manué e Joaquim.,Eram órfãos,quando seus pais morreram eles moravam em um casinha pobre
longe da cidade e perto de uma enorme floresta,mui bela por sinal,não era perigosa,alí eles viviam muito bem e tranquilos.,Joãozinho era o caçula,Manué era o mais velho e Joaquim do meio.,Os dois mais velhos
alem de muito feios eram maldosos[ruins]tinham inveja de Joãozinho pois este era belíssimo e mui bondoso,simples até demais,não tinha malícia em seu coração,era belo mesmo,mais parecia um principe,por onde passavam era por todos admirado.,Os irmãos Manué e Joaquim não se conformava por ele ser tão belo enquanto os dois eram feios,e o maltratavam muito,[eles se achavam feios]Mas eram suas maldades que os deixavam ainda mais feios e antipáticos.,Assim eles não mais o deixavam sair de casa para ir a lugar algum,só por medo de que ele os atrapalhasse a arranjar casamento pois,a feiura  era tanto que moça alguma olhavam para eles.,. Em festa de aniversario,casamento,bailes ou mesmo em desfiles de séte de Setembro sabem?Ninguem olhavam para eles dois,mas o irmão caçula o Joãozinho,sempre foi rodeado de garotas.,Por isso,o jeito era prende-lo em casa.,Joãozinho não era malicioso pois nem desconfiava da inveja dos seus irmãos.
Ficava em casa lavando,passando,cozinhando,enfim,fazer o serviço domestico,alem de cuidar do seu gatinho Simbá e do cãozinho palitó.
Joãozinho amava aves e animais.,Joãozinho se acostumou com esta vida e nunca reclamou de nada pois achava que este era o seu dever.
Alguem teria de cuidar de casa ja que não tinham mãe e nem irmãs.
Só que,as vezes seus irmãos o maltratavam muito,obrigando-o a fazer coisas que nunca seria preciso fazer,só pela esperança de vê-lo com a aparencia cansada e com certeza parecer mais velhos que eles,assim sendo,acabaria com toda a sua beleza.,Mas como Joãozinho fazia tudo com prazer e alegria,DEUS lhes enchia de forças e coragem,ele nada percebia nas maldades dos irmãos.,Estava sempre feliz e sorridente.
E,isso irritava seus irmãos mais ainda e,a inveja crescia em ambos.
E,isso tudo era registrado no livro das memória do seu Anjo da guarda pois,"Este"sabia a hora e o momento de ajudar o rapaz.
Manué tinha vinte e cinco anos,Joaquim vinte e dois e,Joãozinho vinte.
Joãozinho era o rapaz mais belo em todo o paíz onde moravam.,E isto foi aprovado em uma pesquisa o que enxia os irmãos de inveja e ciúme.
Existia naquele paíz um rei que tinha uma filha belíssima que,por causa da sua beleza,nunca a deixava sair sozinha do palácio,e,quando saía
tinha de estar com o rosto coberto envolto em um veu dobrado em duas partes.,Era impossivel ver seu rosto como ele era.,Mas quando isso acontecia de ela sair era por pouco tempo., Seu quarto era no alto de uma torre,muito mais alta que a torre de Rapunzel., Somente o rei
e a rainha alí entravam.,Nem mesmo as moças damas de companhia
 poderiam entrar alí sem antes falar com o rei  para pedir permissão.,E,
a princesa sentia-se muito só e,as vezes até chorava .
Tambem nauqle tempo Moças alguma podíam passar dos vinte anos solteiras,e os rapazes de vinte e dois.,A princesa chamava-se Yasmine.
 Yasmine tinha dezenove anos e,estava prestes a completar vinte.
Os reis ja se preparavam para o dia da festa de aniversario como tambem a festa de casamento neste mesmo dia,pois assim queria o rei.
Como seria então esta festa?,Bem,os reis conversavam sempre com a filha preparando-a para este dia., A moça estava apressada pois,o que mais queria era sair daquela prisão., Sim porque para ela,aquela vida era de prisioneira pois nunca conversava com ninguem e nem tinha amigos.
 Certo dia,a moça saiu do seu quarto junto com os pais para ir ao jardim
 do castelo tomar sol,então ela pediu para o pai deixa-la sair um pouco
 andar aos redores do castelo junto de suas moças prometendo voltar logo,queria ver como era sair um pouco sem os olhos dos pais sobre ela.
 A rainha que tambem sentia pena da filha convenceu o marido a deixar.
 As moças damas de companhia amava muito a princesa pois esta tinha bom coração e era muito carinhosa para com todos.,Assim foi.
 O rei mandou preparar uma carruagem bem fechada,janelas de vidros escuros e quem estivesse do lado de fora não faziam idéia de quem estava alí dentro passeando e nem de quem seria aquela carruagem pois  a carruagem era bem simples como a de qualquer cidadão,então só era bem secreta e muito bem protegida era blindada inteiramente.
Mas ninguem desconfiava que era da realeza.,Os cocheiros todos feliz
guiavam a carruagem com seus oitos belos cavalo,dois pretos,dois vermelhos e quatro brancos,todos pensavam ser de algum fazendeiro que por alí morava.,Assim o rei confiava em deixa-la dar uma voltinha pois,não dava demonstração de que era dele aquela bela condução.
 A princesa e suas moças iam felizes da vida pela estrada a fora e,passando perto do casébre dos tres irmãos uma das moças abriu a janelinha para jogar um papelzinho de bala,se admirou ao ver casinha tão pequenina e mais ainda se admirou ao ver um belíssimo jovem alí varrendo a frente do casébrinho,mais parecia um principe.,Quase sem acreditar ela deslumbrou e disse para a princesa e a todos:-
____Priíínceeesaaaa do céééééuuuu!Será que meus olhos estão enxergando beeeem?!?Venham todos veeeeer!
___O que foooi?o que é que viu aí meninaaaa!?[perguntou a princesa]
___Um sooonhoooo!Vejam.....[respondeu ela]
 Todos vão na janelinha para ver do que se tratava.,A princesa ficou
 sem poder falar pois,nunca viu um rapaz de perto e tambem nunca viu alguem com tanta formosura e beleza,seria real ou estaria sonhando?
 Deslumbrada e gagueijando ela pede para as moças:-
____Se....seeeera que...que posso fa...fa...falar só um bom...di...aa para ele?só bom dia e ló...lógo saio da...da jané...éla,pode?Preciso ouvir a vóz...óz de...ele,en...encan...anto me....eu DEUS do cééuuuu!
 Uma das moças comovida pela emoção da princesa,ordenou aos cocheiros que parasse a carruagem um minutinho só para que a princesa pudesse tomar um pouquinho do sol daquela deliciosa manha.
 A ordem que o rei deu a eles era para que não parassem em momento algum,mas,os cocheiros tambem não aprovavam aquela maneira de ser do rei,era impossivel aceitar tal ordem,era mesmo uma lei pra se ignorar.
Os rapazes[eram em dois cocheiros] pararam a carruagem.
A princesa abrindo a janela de tudo olhou para o rapaz mas não conseguiu falar.,Uma de suas moças tomou-lhes a frente para ajuda-la e disse com um sorriso mui belo:-
___Olá!Boa tarde moço,será que o senhor poderia nos dar um pouco de agua?estamos com sede,ára veja só que descuido o nosso,rss,saimos para dar uma volta com a princesa e esquecemos da nossa geladeirinha,
ááh se vossa magestade souber viu?tomara que ele não descubra isso.
 Isso não era verdade,a geladeirinha térmica estava alí na carruagem,as moças seguraram e os cocheiros seguraram para não rir.,E,a princesa alí deslumbrada admirando a beleza do seu principe encantado.
 Foi amor a primeira-vista com certeza,o que ela sentiu., Joãozinho respondeu com simpatía,mui educado como um nobre principe:-
___Bom dííía amigos,a..a senhora disse...princesa?queria muito conhecer a princesa,Oh,disculpi....desci du carru todo mundu,vou tirar agua fresquinha pra voceis...é muito boa a agua daqui num sabi?
___Óórrórrórróh![Riu-se um dos cocheiro]Não precisa te desculpar não meu joven,E,sabe?eu mesmo queria puxar a agua do poço posso?Faz é tempo que não faço isso e tenho é muita saudades viu?
O cocheiro tambem foi astut como as moças,ele disse isso só para demorar mais tempo alí junto daquele desconhecido e mui belo rapaz.
Todos descem,menos a princesa,Joãozinho leva o cocheiro para perto do poço,era um poço bem feitina a caixa o sarí e protegido debaixo de um belo rancho coberto de folhas de bananas e palhas,que Joãozinho fez com amor e carinho,todos sorridentes e felizes vão puxar agua.
____Princesa,não vai descer tambem?O sól está uma delíííciaaa!Venha querida,precisa tambem apreciar esta gostosura....venha.[ disse uma das moças piscando para ela]A princesa não perdeu tempo,e,quase sem
 poder andar pela emoção ela desce sorrindo e encabulada.
 Joãozinho quando a viu,sentiu algo que nunca havia sentido antes,tremulo ele vai ao encontro da princesa e estende a mão:-
____Magestadi...sois mais bela que...disculpe princesa...
Disse ele isso beijando a mão da princesa que só sorria.,Depois ficaram se olhando sem dizer uma só palavra por alguns minutos,então Zezé uma das moças quebrou o silencio sorrindo e dizendo:-
___Desculpe-me senhor...a graça da princesa é Yasmine,o senhor???
 Joãozinho pega em sua mão e a beija novamente dizendo:-
___Perdoe-me princesa....não sei como comprimentar vossa alteza,perdoe-me se comporto mal...por favor.
A princesa se encanta com vóz tão bela e pelo sorriso tão lindo,tremula e entusiasmadíssima consegue falar :-
____E...eu é quem peço perdão...queria eu vê-lo de perto...entã...ão inventamos a ta...al sede....só para te ver e falar um pouco conti...igo.
 Caíram todos na risada.,Joãozinho emocionado tambem com a beleza da moça disse algo sem pensar,mas era a mais pura verdade:-
___Sorte minha que meus irmãos não estão aqui,se tivessem ia era mim dar umas chicotadas e mim faze volta pra dentro de casa,elis nunca me deixa conversar cumversar cum ninguem sabi?nunca mesmo.
 Foi o maior espanto entre eles,a princesa indgnada fala nervosa:-
____Meu DEUS!!Que...quem são estes monstros?Mandem prende-loos!
 Joãozinho tremendo diz gagueijando:-
____Pur...pur favor alteza...fique calma...num....nun faça nada contra elis....são meus irmãos...se tirar elis daqui uque eu faço?Só tenhu elis,papai e mamãe foi morar no céu.....faiz tempo qui morreram e eu...eu dependo deliz,se elis for presu.....eu possu passá fomi...eu...
 Para espanto de todos,o rapaz começa a chorar.,A princesa ia falar algo mas o cocheiro interrompe para não complicar as coisas:_
___Dezeseis horaaaas!Meu pai do cééuuu!Vaamos todos ,entrem na carruagem,vossa magestade ordenou que voltassemos as quatro horas e ja são...estamos loonge ainda...meu pai do céu,vamos gente...
 As moças e os cocheiros entram,porem a princesa fica por ultimo e,
olhando para aquele encanto de rapaz disse com ternura:-
___Vou falar com papai e voltarei aqui para buscar-te....prometo que
 tirarei voce deste sofrimento,me espere por favor....
___Não tenho para onde ir alteza...por isso estarei sempre aqui...
____Até a volta então,digas para teus irmãos que vais morar no castelo
 do rei e,despede-se deles,não podeis continuar a viver assim,a escravidão ja acabou faz é muito tempo....É crime isso que fazem contigo,não...não vou deixa-lo aqui não,mandarei busca-lo...
Joãozinho não a deixa acabar de falar dizendo amedrontado:-
___Di...di...digo nã...não prince...esa...se eu falá isso elis mim mata antis de voceis mim buscá..ai meu Deus...num possu falá issu pra elis...
elis num quer nada di bom pra mim não..pur fa...avor princesa,num vem.
___Oh nãããooo!Não digas nada então....verei como fazer,mas venho.
___Possu falá uma coisa princesa?[perguntou ele encabulado]
___Diga-me,sim!?[ responde ela feliz e tremula pelo nervoso ainda]
___Yasmine...um nome muito bunito....combinou com a senhora...
A carruagem saia devagar enquanto a princesa dizia estas palavras:-
___Voltaremos para te buscar...não tem doque pedir perdão,vou pedir para papai mandar te buscar...mui belo voce tambem...obrigada.
 Era realmente um encanto de criatura,Joãozinho não conseguia apagar
 aquela imagem tão linda do seu pensamento e da sua lembrança.,O
mesmo acontecia com Yasmine.,foi amor a primeira-vista.
 Ao chegar no castelo..lá estava o rei furiosíssimo:-
___Deeeemoraaarããããam!passaram das quatro horaaaas![gritou ele]
___Pe...perdão magestade,é que a princesa estava tão feliz que...que esquecemos de olhar o relogio...foi lindo ve-la sorrir.[falou o cocheiro]
___Vou castigá-lo por issooo!Está demitidoooo![Diz o rei]
___Honório feliz por ver-me sorrir papai,e o senhor vai demití-lo?Não converso mais com o senhor se Honório for embora...
___Minha filha,o que esta dizendooo!?Sou teu pááiiiiii!
___Sim papai,é isso mesmo.,Eu papai,conhecí um rapaz pobre que mora lá no meio da floresta sabe?muito belo,ele...ele...quero que o buscam para vir morar aqui no castelo conosco papai...por fa...
O rei berra antes da filha acabar de falar:-
___Páááárááááá Deeeeentroooooooo!Agoraaaaa!
 A moça subiu as escadarias do castelo chorando,a rainha com muita dó da filha subiu atraz para saber melhor a história sobre o rapaz.,Lá chegando ela senta-se na cama onde a princesa está deitada e chorando,mas a rainha carinhosa lhes fala com amor:-
___Filha...me fale do tal rapaz,porque quer ele aqui conosco?
 A Princesa conta tudo o que aconteceu durante o passeio e a rainha
 para acalmar a filha lhes diz então:-
___Tenha esperança filha,lembra-te que vamos fazer uma festa no dia do teu aniversario para escolher quem será o teu noivo?É lei do REI e isso não se pode jamais ser desfeito,este rapaz virá,com certeza...
___É mesmo mamãe...é mesmo...ma...mas se os irmãos dele impedi-lo de vir?Oh mamãe...ele é ...é....prisioneiro dos irmãos....
___Ora-éssa filha,ninguem pode passar as palavras do rei para traz...
ele virá sim,tenho certeza do que falo.
 A rainha era meiga e bondosa,queria ajudar a filha,não aceitava a lei do marido que era muito injusta.,O rei desconfiado planejava um meio de impedir que este tal pobre da floresta comparecesse no dia da festa.
 A princesa nunca mais saiu da torre nem mesmo para tomar sol.
 Triste sempre pensava no rapaz da floresta:-
****Nem o nome dele fiquei sabendo...deveriamos ter perguntado...
 Joãozinho não contou nada para os irmãos,só de medo.,Mas tambem
 sentia saudade da princesa,não conseguia tira-la do pensamento.
 Manué e Joaquim sempre saiam para se divertir em festas por aí,menos ele,nunca o deixavam ir para não atrapalhá-los com a sua beleza .
Ficava em casa trabalhando.,Não lhes davam folga,sempre inventando serviço diferentes para ele fazer.,Pensando que com isso ajudaria a
 aniquilar a beleza de Joãozinho,pois o enfado poderia acabar com sua formosura deixando-o com semblante de mais velho e feio.,Mas muito pelo contrario,ele se tornava cada dia que se passava mais belo.
 Dois anos se passaram,Joãozinho e a princesa não se esqueciam um do outro.,parecia ter sido o dia de otem terem se conhecido.:-
___Está fazendo dois anos hoje,acho que a princesa ja me esqueceu...
 ó meu DEUS faça eu esquecer ela tamem...[pedia Joãozinho á DEUS]
  Certo dia Manué estava sentado em sua bela cadeira de balanço que acabara de comprar,só ele e Joaquim sentavam na tal cadeira,Joãozinho nem pensar,este só chegava perto da cadeira para tirar o pó e limpar ao derredor.,Bem,avistaram uma carruagem que se aproximava com araltos do rei e,os rapazes ficaram de pé para ouvir melhor o que seria aquilço.,Joãozinho reconhecendo a carruagem correu para junto dos irmãos mas,foi logo impedido por eles com um bérro nos ouvidos:-
____Jááááá para deeeeentroooooooo!Só nós aqui sabemos receber as pessoas,eeeeentreeeeee!Ande lóóógoooo!
  Joãozinho pensando que a sua princesa estaria alí dentro da carruagem entra triste.,Olhando para trás viu qdo um jovem entraga um jornalzinho para Manué dizendo-lhes:-
____Ordens do rei vossa magestade,são convidados todos os rapazes solteiros para esta festa,leiam o jornal e,por favor,não faltem.
  A carruagem se afasta e,os rapazes se abraçam pulando e rindo,Joãozinho volta para perto dos irmãos para ver o que seria aquilo:
____Posso saber porque tanta alegria?Que foi que ele falou?
 A resposta foi um empurrão acompanhado pela seguinte ordem:-
____Vááááííííi´preparar o nosso jantááááár!
  Joãozinho entra tropessando nos próprios pés por causa do empurrão
 que levara do irmão.,Com vontade de chorar entra pensativo:-
........Tem importancia não...quando eles dormirem vou ver o que é pois
 pode ser a princesa me chamando e é claro que eles nunca me diriam isso....saudade de voce princesa,saudade meu amor...
 Assim que Joãozinho percebeu que os irmãos dormiram,entrou bem devagar no quarto deles e viu que o jornal estava pertinho da cabeça de Manué,Foi bem devagarinho e,conseguiu pegar o jornalzinho e correu
 para a cozinha., Com a ajuda de uma luz de lamparina leu o anuncio da festa do aniversario da princesa,Uma noticia que lhes trouxe grande tristeza e desilusão pois dizia assim:-
____Vossa magestade o rei convida a todos os rapazes solteiros em todo o paíz sem exeção em idade,só basta que sejam solteiros,Nosso
 rei ordena que,compareçam no castelo para a festa de vinte anos da princesa,e,neste dia será tambem realizado por ordem do rei o noivado da princesa,O noivo será o rapaz que,montado em um cavalo saltar
 a uma altura de trinta metros e tirar a aliança do dedo da princesa que estará esperando na janela da torre com a mão em uma almofada,O valente cavaleiro que assim o fizer será no mesmo dia coroado o novo
rei logo após a cerimonia do casamento com a princesa Yasmine.
.....Perdí voce princesa,nunca montei num cavalo,vontade sempre tive mas nunca montei,meus irmãos sim,eles podem conseguir e,coitada de voce sí se casar com um deles...Agora fiquei com medo....ai meu DEUS!!
Joãozinho chorava sentido mesmo.,De manha bem cedinho Joãozinho se levanta e apronta o café e apronta a mesa[um caixotão de madeira,ele o debruçou e fez dele uma mesa] .,Acorda os irmão que se levantam correndo apressados ,nem tomam banho e muito menos o cafezinho deliciosamente caprichado que Joãozinho sempre fez.,Eles saem dando risada e falando alto para joãozinho que fica na porta olhandoós:-
____Fica aí e não reclameeeeee!Faça o nosso almoço,vamos comprar um alazão para nóóós! Íúúúúúpíííí!Vais se um de nós dois for rei um dia
 vamos expulsar voce daqui do paíz,pois não vamos precisar de tíííí!
...Não vão ser rei...Deus não vai deixar,sei que num tem dinheiro pra isso...vão é roubar,ó meu pai du céu...[pensou Joãozinho consigo]
 Um medo tomou conta do coração de Joãozinho;+
.....E se a princesa pensar que tambem sou ladrão?Eles podem por a culpa em mim...ó meu pai du céu,num deixa isso acontecer...
Bem a tardezinha os dois chegam cada um com um belissimo cavalo,grande e forte,era de causar admiração.,Foram então debaixo de uma arvore bem alta para treinarem os cavalos a pular..Mais parecia treinamento para festa de rodeios,dava até dó dos animais tadinhos,
 Joãozinho desconfiado perguntou a eles onde compraram tão belos cavalos,e porque judiar tanto dos coitados,a resposta foi um bérro:-
___JáááááááPrádentroooooooo!e não se intrometaaaaa!vá cuidar da casa e do almoçoooooooooo!Sai daquíííí!
 Gritou assim Manué,e Joaquim gritou em seguida:-
____Se pensas que vai tambem ao castelo,está enganadooo entendeu bem?Nunca vamos te comprar um cavalão desses,eh eh eh!
 Joãozinho saiu pensativo,mas conformado:-
-----Ara,quem sou eu para ser rei um dia?Eu só queria mesmo era me casar com a princesa mais porque eu gosto dela,não pra ser rei,mais eu acho que ela não gostou de mim,senão ela teria voltado aqui...
Os irmãos de Joãozinho fizeram os animais cansarem demais da conta,
 mas precisava treina-los para poder pular o mais alto possivel para alcansar a aliança e tira-la da mão da princesa e coloca-la no dedo antes do cavalo pisar no chão....O felizardo tinha de ser um deles,assim pensavam.,pois queriam mandar enforcar Joãozinho dizendo mentiras sobre ele.,Assim ficariam livres de tão belo rapaz,não aceitavam ter um irmão tão belo e formoso,nem se pareciam ser irmãos.
 Eram tres dias de festa,o terceiro dia seria o aniversario da princesa,E, se ninguem conseguisse alcansar a aliança então o rei era quem escolheria o noivo para sua filha.,Mas,o rei ja tinha em sua mente escolhido um ricasso que morava na cidade,e este comprara um cavalão
 tres vezes mais alto que todos os outros.,Chegou a manha do primeiro dia,Manué e Joaquim roubaram em uma loja umas vestes belissimas,tão belas eram que assim destakava mais ainda sua feiura e antipatia.
 Não satisfeitos de deixarem João em casa,buscaram uma corrente bem comprida e acorrentou o irmão nos pés da mesa na cozinha.,Joãozinho
 implorava chorando para os irmãos deixarem ele livre pois nunca pensou em ir no castelo do rei.,dizia ele com lagrimas nos olhos:-
____Meus irmãos,não me amarrem,nem precisa fazer isso...eu nunca vou atras de voces,por favor,eu nem cavalo tenho,vou sentir fome e sede...por favooooor!Voces só voltam de noiteeeee!ó meus irmãos...
 Nem se importaram pelo choro do rapaz,enrolaram a corrente em volta do pé da mesa por séte voltas,e trancaram-na com cadeado,levaram a chave no bolço da camisa fexado com ziper,camisa que roubaram na loja juntamente com o terno para competir no castelo do rei.,Sairam despreocupados pois não tinha como o irmão escapar dalí.
 Joãozinho chorava baixinho dizendo em seu coração para deus:-
___Meu Deus...não deixa eu sentir fome nem sede...é triste isso...já estou com vontade de beber um cafezinho meu pai...se eles deixasse pelo menos o bule de café aqui perto de mim e minhas mãos soltas...
 Neste momento Joãozinho se assusta com alguem batendo na porta,e
 bate com insistencia=----Tóc-tóc-tóc-tóc...
 Joãozinho com medo de que fosse os irmãos testando para ver se ele conseguisse sair,ficou quietinho olhando para o céu.
 Joãozinho olha para o chão pois percebe alguma coisa entrando por debaixo da porta,ele pensa ser um bilhetinho do irmão e...o rapaz não acredita no que vê., Alí,bem alí na sua frente surgiu um pequenino homenzito que mais parecia um lápis com cabeça de menino.,Com uma risadinha fina ele disse para Joãozinho:-`
____Hííííííírrííííírrííí!Como vai voce Joãozinho?porque esta acorrentado aíííí?
 Joãozinho tremulo pelo susto e surpreendido disse gagueijando:-
___Quê...que é issoooo?Um lá...lápis qui fa...fala?co...como í...íssooo?
vo...voce sabe o me..meu no..me?Quem é voce homenzito lindo?
___Hííírrírrííí´!Gostei do lindo...hirri!sou eu,o lindinho ara,venho te ajudar
 sei que voce tambem quer ir no castelo não quer?
___Como me ajudar lindinho?o que podes fazer?estou acorrentado e trancado com cadeado,nem cavalo tenho e etc..voce sabe?
___E etricétera é?Hirrirrirriííí!Voce vai sim no castelo hoje...E sabe como?Bem...hirrírrírrííí!!Nem sabe como,não te assuste Joãozinho,vim te salvar,voce vai sim ver a princesa...
____Sabe o meu nome?quem te falou e...como entrou aqui?
____Meu nome é Guininho visse?Vou tirar voce daí porque é voce quem vai tirar o anel do dedo da princesa,voce qué num qué?Hirrirri!
Joãozinho alí deitado no chão pois estava amarrado ao pé da mesa,Falando com uma miniatura de boneco vivo,o coração do rapaz bateu forte,ignorando ele respondeu para Guininho:-
___É o que mais quero na vida Guininho,mas desista viu?Não tenho cavalo e,se meus irmãos me ver lá sabe?Com certeza eles me matam.,E alem disso olha aí...estou acorrentado e trancado com cadeado,não tem como me soltar,a chave ta com meu irmão ara né?Meus braços tão duendu tantu cê nem imagina a dor..ai...ai...fica em paiz,to feliz de ter vc aqui pertu di mim..mim dá um copo de agua dá?
O homenzito dá uma volta por traz da mesa dizendo estas palavras:-
____Abradabruzimbirim!
As correntes caem no chão fazendo barulho e Joãozinho arregala os olhos feliz gritando rindo e chorando:-
____Áras viváááa´!Estou solto Guininhooooooooo!!!! meu pai du céééu!
Guininhooo??Cade voce amiguinho??
___Hírrírrí!Aqui encima da mesa ára...írrírrí!Se eu num fossi tão lingeiro voce pisaria íncima dimim...írrírrírrí!
__Ufá que alívio,pensei mesmo que tinha pisado em voce amiguinho...
___Deixa eu te falar um segredo Joãozinho,nunca digas para teus irmãos da minha existencia,vou te ajudar a te libertar desta vida de escravo,e,escravo de teus próprios irmãos né mesmo?
___Primeiro vou fazer um cafezinho pra nóis Guininho,estou com fome e voce tambem né mesmo?Mas...como entrou aqui áárááá!Mimfali...
___Tenho meus poderes e não sinto fome Joãozinho,e não temos tempo a perder,vou te explicar como deves fazer,olha,a festa de noivado da princesa com o vencedor será no terceiro dia da prova,então ouça bem,o vencedor vai ser voce se fizeres direitinho como eu te disser ok?
___Com certeza vou fazer amiguinho,faço sim...mas,e o cavalo?Meus irmãos ja estão lá,tá uqase na hora de começar...
___Ìrrirriííí!Teu cavalinho está alí fora te esperando,venha ver.
 Quando Joãozinho olha para a porta da sala que estava aberta pelo poder da varinha de condão do anãozito,viu uma miniatura de cavalo que mais parecia um gato,o rapaz não pode conter-se e riu emocionado
 e feliz vendo táo belissimo animalzinho,coisa linda mesmo,mais parecia ser brinquedo que se movia a corda ou controle remoto:-
___Meu paí do cééééuuu!!Que coisa mais linda Guininhooo!!É teu?E,cadê o meu ??deixa eu pegar o teu um pouquinho no colo?que lindo meu DEUS do céééu!nunca vi uma coisa dessas,nunca mesmo.....
___ìrrírrí!Chorando porque amigo?
___Nem sei dizer..é porque ...nossa!Nem sei,é lindo esse bichinho aqui....vou até sentir saudade quando voces forem embora.
___Saudade porque?Ele é teu...é com ele que voce vai pegar o anel da princesa áras...é teu enquanto voce viiveeer!
__Me...memememeu?É com ele que vooou?Nem no sonho,meus irmãos
e os outros moços vão esmagar meu lindinho...vo não Guininho.
___E quem foi que disse que o lindinho vai pular?Ele vai é voaaaarrrr!
teus irmãos sabe?não comprou os cavalos,eles roubaram,eu conheço o dono daqueles cavalos,é muito gente boa num sabe?Hìrrirrirrí!
___Voce só sabe rir?Ehehehe!Muito divertido,amei te conhecer mas...monto nisso não,ele nem aguentaria tadinho,olha só pra mim...
sou alto demais da conta,e...peso uma tonelada pra ele,ach..eh eh eh!
 Joãozinho era um rapaz forte,belo e mui formoso,o mais alto e mais belo em todo o Universo.,Era conhecido como,"O filho da madrasta da Cinderela por ter ele dois irmãos tão feios insuportáveis e arrogantes.O
 jovem era simpático,bondoso,carinhoso,tinha um sorriso contagiante.
__Êí!Ìa me esquecendo,a disputa ja começou,voce monta neste pangarézito,o nome dele é Pagé visse?E,quando chegar lá ele vai voar
 até a janela da princesa e,voce só vai falar pra ela assim:,__Boa tarde meu encanto,Diz isso pra ela e não pegue a aliança,hem?Volte para casa,por mais que ela estenda a mão não toques nela,estarei aqui te esperando,o pagé é forte como a mim,tenha medo não jovem,Vái monta
 que esperas?Monte sem medo,ele só vai voar quando lá chegar,vái.
___Mas...e meus irmãos quando me ver?Vai me mataaaar!
___Abracadabazumbirlimdindim!Um principe quero ver aquííí!
___Nóoóóóóssááááá!Que é issooooo!?Estou vestido como um prííííncipe!
e que roupa mais lindááá!e essse chapéu?Que galã fiquei meu pai du céééuu!Ninguem pode me reconhecer assim né mêmu?nóóóssáááá!
___Senta nas costas do pagé e dê uma voltinha e sai,volte em seguida
 ta bom?Não demores perto dela,faça como eu te falei,os cavalos de teus irmãos e dos outros ja estão cansados de tanto pular coitados viu.
 Joãozinho com medo de machucar o pagé,senta-se nas costinhas dele esticando bem as pernas para frente pois era na altura de um gato.,O pagé dá uma tombada para direita outra para esquerda e....Começa a dar passos lentos de um pangaré,o jovem se entusiasma e grita:-
___ôooooooopááááááá!Está me aguentandoooooo?!Pagé lindooooo!
 Derrepente o pagé começa a voar e o jovem se assusta muito:-
___ôoooopááá´!Voandooooo?!cuidadoooo Meu DEUS do céééuuuu!?
Enquanto pagé levantava voo Guininho dizia pra Joãozinho:-
___Quando chegar lá perto do grande palácio,o pagé vai aterrizar e andar no chão,não te assusteisso é para o rei e todos os outros vejam
ele levantando voo,Nunca olhes para teus irmãos tá?Ignore-os para que não te reconheçam,boa viageeeeem!Hírrííííí!Ktspérooooooooooooo!!!
Pagé saiu voando e relichando finíssimo,Joãozinho acha graça,ele amou o animalzito,chegando perto do palácio,já se ouvia os relinchos e as pisadas dos pulos dos animais,coitados,Joãozinho sentiu dó deles,quase chorou,seus olhos se encheram de lágrimas,pois tinha bom coração.
Manué foi o primeiro a ver tal miniatura de cavalo alí chegando,com
muita inveja e espanto disse ao irmão que estava por perto:-
___Juaquin!?ùqui é aquíííloooo?!?Um principe montado num mini-cavalo?
___Quí principe nada sô,só qué chamar a atenção da gente pra nos atrapalhar,olha pra ele não,só qué se amostrá,tônto...vamos pular encima dele e acabar com aquele bichinho atôa vamu?
___Tamem pensei nisso,vamus lá intão...
 Os outros rapazes quando viram aquilo,puseram-se a rir achando graça
 e muito lindo tambem e encantaram-se todos,menos os dois irmãos.
A princesa lá de cima afirmou bem as vistas para ver se conhecia tal cavaleiro tão bem vestido e montado num cavalinho tão engraçadinho.
 O rei e a rainha alí em uma outra janela perto da princesa,morrendo
de medo de que os outros pisassem nele., Joaquim desconfiado fala
para o irmão:-____Manué,percebeu como aquele galã se parece com
 Joãozinho?Olha só na cára dele...parece demais da conta sô...
___És louco?Joãozinho nunca teria a capacidade de possuir tão grande riqueza....nem nóis ára,mesmo que tivesse nunca daríamos um bichinho lindo desses pra ele.,Depois,ele tá preso com séte chaves,alem disso ele é feio que dói,onde ja se viu comparar um principe com um feioso besta.
___Só imaginei ára,veja a cara dele,sem prestar atenção nos trajes ricos...é parecido sim,tenho vontade de esmagá-lo,tirar ele daí.
___Eu tambem...vamos fazer nosso cavalo pisar neles,e tirar esse cara metido a besta daí vamus?isso nunca alcançará a janela,Eh.eh.eh...
 Os dois voaram pra cima do cavalinho com seus fortíssimos alazão levantano poeiras do chão,Joãozinho fecha os olhos para nada ver pois,não tinha por onde correr,estava rodeado de curiosos,todos queriam ver o cavalinho que chamara a atenção até dos passarinhos que por alí voavam., Amedrontado ele grita por seu amiguinho:-
___Cuidaaaaadoooo Pagééééééé!Vôa amiguinhoooooo!
 Mas,quando Joãozinho abriu os olhos,viu que estava voando,o cavalinho deu uma bela rebolada e levantou voo assustando e causando admiração em todo mundo.,Joãozinho assustado,mas de tão emocionado
 se esquece de como era para falar com a princesa.,Estava chegando
perto da janela onde ela estava e,enquanto isso os rapazes lá embaixo gritavam desanimados mas dando risada tambem:-
____Assim não vaaaaaleeeee!Tens que pulaaar como nóóóós!!!Ara né?
 A princesa vendo aquele rosto lindo o reconheceu,e,com um belo sorriso entre as lágrimas estende bem a mão dizendo:-
___Vô...voceeeee!!!Pegue a aliança meu amoooor pééégueeee!
 Mas.Joãozinho se lembra do conselho do anãozito e,ao passar perto dela emocionado pelo que ela lhes disse,ele responde:-
____Princeeeesaaa!Quanta saudade meu amor,amo-te.
Mas,passa direto,a princesa fica aos gritos por ele:-
__Vooooolteeeeee!Porque não pegou a aliançaaaa?!?
 Mas ele ja ia longe enquanto que,os outros não desistiam,ficaram alí pulando na esperança de alcançar a mão da princesa.,A meia noite
 tinham que parar todos,Voltariam no dia seguinte para nova disputa.
O pangarézito voou certinho até a casa dos rapazes,E,o amiguinho estava alí esperando por eles com o jantar pronto e ja na mesa:-
___Fez o jantar amiguinho?DEUS te abençoe....não tinhamos nada aqui,onde comprou tudo?Huuum!!Tá é cheiroso,deliciaaaa!
___hÍrrirri!Ordenei e apareceu tudo aqui..venha jantar.
Para espanto de Joãozinho o pagé tambem subiu numa cadeira e jantou com eles,Joãozinho ria feliz,era lindo ver tudo isso acontecer.
 Logo depois do jantar,o amiguinho o amarra do jeitinho que estava antes,para seus irmãos nada desconfiarem.,A mesa do jantar desaparece altomáticamente,tudo volta ao normal.
Os irmãos comentam no caminho de volta pra casa:-
___Mané....digo e repito que,aqueli cára voador lá,se parece com
João,sei que nunca pode ser ele,roupas de principe ele num acharia
 nem mesmu pra roubar....mais qui pareci pareci.
___Para cum íííssooooo!Nãum parecia nada di nadica...áraaa"
Entraram em casa e vê tudo do jeitinho que deixaram ao sairem.
___Nãum ti disse?João tá aquíííí!Trancadu cum séti chavis,Há há hã!Nunca qui pudessi di ser eli aqueli bunitão lá,há há háááá"
___Úffa que alivio!!Vamus abrir com cuidado pra eli num acordá,devi di ter dismaiadu di fomi u coitadu...vamus lá.
___Vou mim casá cum a princesa Juaquim,voce vai ver.,Viu só alazão?
quase alcançou a janela rapaz,num peguei a aliança pra fazer gracinha
 viu?só vou pegar nu terceiru dia,vou é fazer a turma de bobos.
___É memu,eu ví...sei qui vais conseguir sim,ou eu,he he he
___É isso aí,daí mando degolar Joãozinho sinão ela póderá conhecer o cunhado e daí ja viu né?Não sei por quem ele puxou para ser assim tão bonito,é um desastre ele em nossas vidas,ara viu?
___É mesmo né?Não conheço ninguem assim tão formoso na familia,ai ver que não é nem nosso irmão verdadeiro...
___É mesmo...dá até raiva quando me olho no espelho sabia?
 Entraram para dentro de casa,lá estava Joãozinho dormindo no pé da
 mesa tranquilo e calmo,riram-se dele:-
___He he he!Dorme qui nem anjinho!He he he!
 Na manha seguinte,nova prova,e lá vai os dois irmãos,antes foram falar com Joãozinho,darem novas ordens a ele:-
____Hoje quando chegarmos vamos querer uma gostosa e caprichada lazanha escutou cára?e nada come antes de nós ouviu bem?
 Deixaram a corda mais comprida para que João chegasse até onde está o fogão,mas,muito bem amarrado apezar de trancado com cadeado.
___Vamos Mané?hoje eu pego a aliança da princesa,Há ha ha ha ha!
 Assim que eles sairam o amiguinho apareceu e disse feliz:-
___Hírrírrírrííí!Escutei teus irmãos falarem pra voce fazer lasanha?Veja só...ja está prontinha aí encima da mesa.,Vamos lá? a gente almoça e depois voce vai ao castelo,está te saindo bem né?
___Guininho do céu,eu quase pego a aliança...minha princesa estava
 tão bonita Guininho,muito linda mesmo....
____Não pegue ainda não,espere até amanha que será o ultimo dia viu?
 daí ficarás livre das maldades de teus irmãos.
O anãozito olha para o cavalinho e o chama dizendo:-
____Pagéééééé!Venha aqui lindinho venha,vai levar nosso amigo traveis no castelo do rei vai...vem lindinho,vem....
___Precisa ver como o pessoal ficaram furiosos quando me viram...eh eh
 e quando o pagé voou?Nossa mãe do céu!Ah ah ah!Nem acreditei...
 Joãozinho e o amigo almoçaram,ja era quase onze horas o anão fala:-
___Vamos Joãozinho,não percamos tempo,e,olha,chega perto da princesa e só dê um sorriso a ela e digas:Amanha eu volto amor.
____OK amigo,vamos intão pagé?te amo guininhooooo!
____Hírrírríííí!Bay
 Joãozinho ia feliz no pangarézito,chegando perto do castelo o pagé desce para o chão,Manué e Jopaquim estavam preparados,roubaram uma arma calibre38 cada um,e esperam anciosos pelo rival.,O que Joãozinho não sabia., Ao se aproximarem do tumulto de cavalos o rei a rainha e a princesa se animaram quando os viu chegando.,A rainha disse toda entusiasmada com um belo sorriso para a filha:-
___Filha queridaaaa!É eleeeee!
 A princesa feliz e cheia de esperança se anima muito.,Mas,ao passar perto do portão,Manué grita para o irmão feioso dizendo:-
____Agora Joaquim...lá vem eleeeeeee!
E,os dois começam a atirar em direção ao pagé,Joãozinho viu que eram eles e ficou apavorado:-
___Cuidados pagééééé!Meus irmãos querem nos mataaaaar!
 A princesa grita desesperada,Para surpresa de todos o pagé  levanta um par de asas e,com elas cobre o corpo do rapaz para o proteger das balas,levantou suas asas de voar e imediatamente voou para perto da princesa,Joãozinho por entre as penas das asas olhou para a moça sorriu e falou-lhes:-
____Amanha eu volto meu amor...amanha somente amanha,me espere.
 A princesa estendia a mão pedindo que ficasse hoje,mas ele tinha de bedecer a ordem do amiguinho anão.,O pagé voou como um játo dalí acompanhado pelo tiroteios causados pelos irmãos.,Chegando em casa o jovem abraça seu pangarézinho e depois abraça-se com o anão comovido ele falava-lhes:-
___Quase morrí Guininho,eu e o pagé,nem imaginas....
___Eu sei,eu sei...o pagé nunca pderá ser ferido amigo,ele é encantado...fica em paz,ele te protegeu e isso é porque voce tem bom coração,voce merece meu amigo,voce merece.,ouví um ruído jão...
___Eu tambem,deve de ser meus irmãos chegando,me amarre logo...
 Em um segundo Joãozinho estava amarrado do jeito que eles o deixaram,e,a casa trancada tambem;Manué entra dando murros na parede de tanto nervoso e raiva tambem,e dizendo para joãozinho:-
____Tenho vontade de acabar com voce seu molequeee!Voce se parece muito com aquele cááráááá!,mas espere só até eu me casar com a princesa,vai só ver o que acontecerá contigo...vai ver sóóóóó!!!!
___Àra...que culpa tenho eu de me parecer com alguem?que cara é esse?ara né?tem quem se parece com voce tambem,certeza...
___Àra,cale essa boca,não te devo explicação.,desamarre ele aí Juaquim,tô com fomeeee!Eu quero uma janta bem caprichada e não demooooreeee! deprééééssáááá´![gritou manué]
 Joãozinho feliz esperava o dia seguinte com ansiedade,pois a sua libertação estava próxima a chegar.,e seria o amanha tão esperado.
 No dia seguinte os rapazes fazem diferente,alem de amarrarem o irmão no pé da mesa ainda enrolam um lençol dobrado em seu rosto para impedi-lo de ver a luz do dia.,Joãozinho nada falava e nem se esquivava
 pois sabia que logo seu amigo viria liberta-lo e,desta vez para sempre.
 Os dois irmãos sairam na mais cruel brutalidade chingando os pobres e inocentes cavalos que ja estavam cansados de tanto pular dia anterior.
 Antes de chegarem no palacio o cavalo de Manué empaca como um jumento teimoso,não saia do lugar por nada pois suas pernas estavam doendo demais da conta,E,o cavalo de Joaquim parecia entender o companheiro e,não saía do lugar tambem,cansado e dolorido por igual.
 Os rapazes enraivados deixaram eles alí no estradão e foram roubar outros maiores,Enquanto issoJoãozinho vem passando com pagé e viram os coitados alí sem poder se mexer,Joãozinho pede para o amiguinho os curar do cansaço e dar comida pra eles,Guininho passa as mãos nas pernas dos alazão e faz aparecer muitos capins e agua alí para eles.,que,comem e bebem feliz da vida e saem correndo em direção ao seu verdadeiro lar.,Joãozinho segue para o palacio realizado e feliz.
 Chegando perto do castelo escutaram o rei anunciando:-
___Amigos,faltam vinte minutos para a meia noite,Kade será aquela miniatura de alazão?Esperemos ele chegar para começarmos a festa.
 Todos se revoltaram contra o rei e assim o rei teve de cancelar o que disse.,começaram a festa,de longe se ouvia os sapateados dos animais,
Derrepente,Todos escutam os grito do povão que assistiam a festança.
___Òóóóóh!È êleeeeeeeeeeee!Vem chegandoooo!!HÍÌÌÌÌÚPÌÌ!
 Era ele mesmo,chegando perto levantou o seu vôo em direção a janela da princesa,chegou perto da moça e parou alí nos ares,dizendo:-
___Minha princesa...sou eu,veja,o camponês Joãozinho lembra?
Mas neste instante os irmãos de João que,roubaram tambem uma espingarda cada um,mirou bem na cabeça do cavalinho e..."BUUUM!"
 Erraram,o tiro passou de raspão arranhando o rosto do rei e foi com tudo no braço de Joãozinho ferindo-o, a princesa grita:
  ___"Nããããããããããããooooooo!

**********************************************************E agora?que será que aconteceu?Leiam a segunda parte,Obrigada***
*************************************************************Beijamira;www.ilsb.com.br/   www.recantodasletras.com.br/radio









Beijinha
Enviado por Beijinha em 06/12/2018
Reeditado em 06/12/2018
Código do texto: T6520395
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Beijinha
Adamantina - São Paulo - Brasil
407 textos (81999 leituras)
36 áudios (10089 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/18 11:21)
Beijinha