Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Em Flor do Sertão, cidade castigada pela seca, o gado morria à míngua e a alimentação era à base de milho. Lá vivia Sibila, avó de Núvia, que já sofria reflexos. Aprendeu bem cedo que água era artigo de luxo. De manhã, acordava e com o balde ia até o centro da cidade (3 km), onde recebia o suficiente para o dia. Com apenas 8 anos já carregava o peso. Toda vez que o mês virava e a chuva não vinha Sibila, que era conhecida por muitos como bruxa do amor, porque vivia a juntar casais para o matrimônio, recolhia os capins estocados na gaveta da cozinha (recolhidos na procissão de ramos) e ia para trás do estábulo, ascendia uma fogueira e os queimava dançando uma música com vocativos para a chuva. No dia seguinte, a chuva caia. Depois da morte de Sibila, a menina disse à mãe que a chuva jamais apareceria porque a magia de sua avó nunca mais seria feita. A mãe que nunca acreditou nos boatos dos vizinhos, nem deu atenção à fantasia. Dois meses depois, sem nenhuma chuva e a fome assolando a região, Núvia foi até a gaveta da avó, juntou os ramos e repetiu o ritual. No dia seguinte, a chuva caiu e todos celebraram dizendo ser bruxaria da alma de Sibila e a menina de 9 anos disse: -Não, mãe. É que a vó me ensinou o poder da magia e eu fiz esse encantamento para a chuva cair. A mãe riu dizendo que a menina era criativa. Enquanto isso, Núvia dançava feliz, ao lado da vó que só ela via, naquela chuva de amor.

Desafio Bviw- O encantador poder da magia- 18 linhas 
Mônica Cordeiro
Enviado por Mônica Cordeiro em 04/06/2019
Reeditado em 04/06/2019
Código do texto: T6664749
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mônica Cordeiro
Conselheiro Lafaiete - Minas Gerais - Brasil
448 textos (15978 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/19 01:18)
Mônica Cordeiro