Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Senhora Felicidade

Toc toc toc.
Eu bato à porta. E alguém abre. Este alguém uma senhora muito bonita a qual julguei nunca ter visto.
- Bom dia, disse-me ela, diante do meu silêncio admirado.
- Bom dia, respondi. É que falaram que aqui mora a senhora Felicidade.
- Pois não, sou eu mesma.
E diante de minha admiração falei:
- Ah, sim, é que eu procuro a senhora já há algum tempo, pois não mais recebi sua visita.
- Tenho ído até você freqüentemente, disse ela, mas, assim como hoje, você não tem me reconhecido. Tenho muitas formas e maneiras de surgir, mas se você estiver olhando apenas para você, e, por vezes até mesmo duvidando da minha existência, não vai me reconhecer mesmo.
- E a senhora está sempre aqui? Perguntei.
- Sim, disse ela. Estou sempre aqui e em todos os lugares; tenho o dom da onipresença; estou em pessoas, em lugares, em situações,...
Eu pergunto, hoje, quando você me procurou, foi difícil me encontrar?
- Não, respondi.
- Então, continuou ela, basta me procurar, estar aberto a mim e enxergar-me. Eu estou sempre de visita e quando encontro abrigo permaneço ali.
- Então, a senhora quer vir comigo? Perguntei ingenuamente, para receber como resposta: - Vá, você vai me reencontrar. Basta abrir os olhos e ver que estou sempre aqui.
- Está bem, espero vê-la em breve. Falei-lhe.
- Certo, você vai sim. Ela respondeu.
E a porta fechou-se à minha frente, e o mundo abriu-se às minhas costas, bastando apenas eu me virar e dar um passo na direção contrária e ver que a senhora Felicidade está sempre bem ali, me oferecendo companhia, fazendo abrigo em mim.
Fábio Melo
Enviado por Fábio Melo em 07/10/2007
Reeditado em 24/10/2007
Código do texto: T684330

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fábio Melo
Recife - Pernambuco - Brasil, 35 anos
448 textos (43252 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 00:07)
Fábio Melo