Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

METAMORFOSE

O dia calmo foi embora,
E deu lugar a uma noite escura e fria,
Os ventos fortes pareciam gritar,
Sobre as ruas daquela pequena cidade,
Não era apenas uma noite fria,
Havia algo de diferente nessa noite,
Thiago não estava na sua casa,
Ele acordou em um beco escuro em meio à noite sombria,
Estava lá mais não sabia o porquê,
Ficou pálido quando sentiu o cheiro forte de sangue ao seu redor,
E ficou ainda mais pálido quando viu a horripilante cena,
Ao ver dois corpos em pedaços,
Ele correu como nunca tinha corrido antes,
Entrou em sua casa, apavorado e entrou no banheiro,
E tomou um banho se desfazendo de todo sangue que tinha em seu corpo,
Deitou em sua cama, ainda traumatizado com o que tinha visto a pouco,
Ao acordar pelo chamado de sua mãe,
E pelo cheiro delicioso já do almoço,
Pensou que aquilo tudo, tinha sido um terrível pesadelo,
Almoçou com os seus pais e logo foi para o seu cursinho,
Tentava esquecer daquele terrível pesadelo que foi tão real,
Quando de repente um de seus professores lhe deu a trágica noticia,
Que dois alunos da mesma escola foram mortos à noite passada,
Terrivelmente mortos, e que não tinham pistas de absolutamente nada,
Thiago ficou abismado,
Quando soube que tudo aquilo,
Afinal, não era um mero pesadelo,
Naquele dia ele voltou mais tarde do cursinho,
Já era noite quando ele voltava para sua casa,
Estava sozinho e com frio, em outras daquelas noites silenciosas e sombrias,
Quando resolveu passar diante daquele beco,
Thiago chegou ofegante de medo,
Passava todos os tipos de pensamentos em sua cabeça naquele momento,
Ele chegou pensar a entrar no beco,
Mas tinha uma faixa amarela colocada pelo policia bloqueando a passagem,
Mas não foi isso que o impediu,
As suas pernas não se moviam,
A sua voz não saia,
E o ar faltava em seus pulmões,
Quando de repente as luzes do quarteirão,
Começaram a se apagar uma a uma,
Ele não conseguia correr devido ao medo paralisando seu corpo,
Naquele momento só havia a luz da lua cheia sobre ele,
Foi então que ele desmaiou em meio aquela escuridão,
Quando os primeiros raios de sol invadiram o seu quarto,
Foi então que ele acordou, percebendo que estava em sua casa,
Acordou sentindo um gosto de sangue na boca,
E vomitou ao ver a terrível cena,
De seu pai enforcado, pendurado no ventilador,
Todo coberto de sangue, sem um dos braços,
Com um rasgo profundo no abdômen,
Mais parecido com garras que estraçalharam aquele pobre homem,
Com as tripas de fora, penduradas sobre aquele rasgo enorme,
Foi então que ele correu apavorado pela casa procurando pela mãe,
Quando a finalmente encontrou,
Mais se deparou com uma cena pior que a do pai,
Encontrou sua pobre mãe destroçada em pedaços,
Thiago não sabia o que pensar e muito menos em o que fazer,
Quando em meio todo aquele sangue, ele encontrou uma chave,
A da gaveta da cômoda de sua mãe,
Foi então que ele abriu a gaveta,
E encontrou o seu diário,
Onde encontrou uma pagina dizendo as seguintes palavras,
“Meu querido filho tem andado estranho ultimamente...”.
E ele continuou a ler atenciosamente procurando alguma coisa,
Em meio aquele teatro de horrores que estava ao seu redor,
“Ele anda impaciente, agressivo, suas roupas do colégio estão com sangue, por quê?”
Thiago não sabia o que estava acontecendo,
E muito menos o que estava lendo,
Sendo que não se lembrava de nada daquilo,
Mas mesmos assim prosseguiu lendo o diário de sua mãe,
“Seus dois melhores amigos morrerão, estou com medo do que possa acontecer com ele”.
A ultima coisa q conseguiu ler foi essas palavras,
“Meu filho voltou estranho hoje a noite, estou com tanto medo”.
Foi então que se deparou com as paginas seguintes todas manchadas de sangue,
Ele ficou espantado e confuso,
Não se recordava de nada ali escrito,
Foi então que ele olhou para o espelho,
E passou a ver um monstro,
Insaciável por sangue que havia dentro dele.

FIM.
 
Thiaguinhu
Enviado por Thiaguinhu em 13/05/2008
Código do texto: T987071

Comentários

Sobre o autor
Thiaguinhu
São Carlos - São Paulo - Brasil, 32 anos
74 textos (12413 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/05/21 21:07)
Thiaguinhu