Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BOA NOITE E QUEM FALA

" Olá meus amigos e minhas amigas da rádio kgb amadora, bem-vindos a mais um programa da madrugada, INVASÃO DE DOMICÍLIO. Aqui quem fala é o seu amigo de todos os finais de semana, Roy Kelly, apresentando todos os domingos uma aventura alucinante pelas altas horas da noite.
  Hoje estamos aqui no necrotério da cidade de Hostem, em busca de mais bizarrices e bizonhices pra vocês num programa ao vivo e com muito rock and roll, uh! Ligue pra cá, peça sua música e conte sua história para nós ouvintes enquanto eu vasculho este recinto nefando á procura do sobrenatural. Será que vai aparecer algum tira por aqui? espero que não até eu sair de fininho, ah! E agora vamos fazer um retrô com os Beatles enquanto eu dou a primeira bisbilhotada nessa sala escura e fria onde se encontram tantos amigos saudosos de vocês. Falou galera!
  -------------------...........------------------------------------
" E aí galerinha sombria, estamos de volta com o INVASÃO DE DOMICILIO agora aqui na câmara das autópsias. É isso aí pessoal. Tá um cheiro horrível de carne podre aqui. Meu Deus, acho que deviam passar um perfuminho de vez em quando por aqui. Que vergonha faxineiro. Se liga meu! Mas voltando ao ambiente fúnebre pessoal, como eu queria que vcs me vissem agora. To com a mão enfiada no peito de um cara nesse instante. Acho que vou literalmente partir seu coração, eca! Falando sério agora, vamos atender á primeira ligação da noite, porque a noite é uma criança amiguinhos, uh! Roy Kelly ao vivo, quem fala?"
- oi Roy, aqui quem fala, é o Billy Gordon, lembra de mim?
" Ah, o Billy. Aquele gordinho safado que sempre dá um jeito de encher meu saco a noite toda? Cara, tu não se manca não, né? Toda vez eu te falo pra parar de chatear o pessoal com essas ligações. Mas todo o programa vc liga. Vê se cresce ô baleia. Ninguém quer saber da tua história idiota. Que droga cara!"
- mas Roy, dessa vez é sério. Eu queria só uns, uns minutinhos... eu queria só contar a história que eu fiz. Por favor, cara, me ou...
" Mas,mas,mas...mas o que gordão! Não quero saber cara. Já te falei, e só não vou chamar a polícia, bem... porque eu não sou doido nem nada, né pessoal? Ah! Dá adeuzinho gorducho, vai!
TU,TU,TU,TU...............
" Galera, tem gente que não se manca mesmo. Vocês meus fiéis ouvintes sabem que várias vezes esse idiota liga pra falar da tal história besta. E nós sabemos que esse programa é só de gente maneira, né? Então, vamos curtir mais uma musiquinha dos Rolling Stones enquanto aguardamos outra ligação DECENTE e eu vou dando mais uma olhadinha por aqui, falou?"
-----------------------------....-------------------------------
" Pois é minha gente. Tá aqui agora uma das nossas. Quem fala na linha é a Shayenne. Como vai Shayenne, dá um alô pro pessoal."
-oi gente, aqui é a Shayenne e eu falo da minha casa no Bairro do centro, pertinho daí Roy. Eu estou sozinha hoje e tô me sentindo muito solitária, será que posso ficar com você por um tempinho Roy?
" Mas claro gata. Sinta-se em casa. Qualquer coisa liga pra cá, pede uma música, conta um caso, aproveita. Estamos aqui pra isso! Pode contar com o velho Roy pro que der e vier. Olha só, em sua homenagem, vai uma do Aerosmith cheia de emoções, linda. Bjão! Opa, peraí pessoal. Mais alguém na linha. Antes da música da Shasha, vamos ver quem é o ouvinte. Pode falar!"
-Roy, não me leva a mal não cara. Acho que você está sendo injusto comigo. Aqui é o Billy de novo. E tudo o que eu queria era contar minha história. Como é que você fala com a Shayenne na boa e comigo...
" Eu não acredito nisso cara. É muita coragem sua mesmo, hein! Tu me aborda na rua, fica atrás de mim que nem um fanático, liga toda hora pra falar de uma história sem fim. Como você quer se comparar com uma menina sozinha em casa num domingo escuro igual este?"
- Mas eu só queria uma chance pra mostrar minha história Roy. Tem como você me ajudar?
" Pela última vez, não insista mais. Acho que você não se cansa de ser humilhado em público. Desiste gordo, já te falei que não vai ser aqui que essa tua história vai ser contada. ponto final! E lá vai música pra te cortar mesmo, chato. Vai Aerosmith!"
---------------------------....----------------------------------
" Voltando ao INVASÃO DE DOMICILIO ao vivo, estamos agora no setor das gavetinhas verticais pessoal. Ah! Que engraçado. Essas pilhas de corpos, uns em cima dos outros com um papelzinho no dedão, chega a ser mais engraçado que sinistro. Parecem aquelas gavetas de escritórios só que em tamanho família. Ei, espere um pouco. Acho que ouvi um barulho, e veio lá de cima. Caraca! Será que tem guarda por aí? Galera, vou fazer silêncio por enquanto e botar um somzinho, falou? Volto daqui há pouco quando souber o que tá acontecendo. Motor Head na cabeça.
-----------------------------.....-----------------------------------
" Tem alguém na linha de novo, e era alarme falso eu acho. Pelo menos não enxerguei ninguém daqui que estivesse vivo além de mim. Ah! INVASÃO DE DOMICÍLIO ao vivo, quem fala?"
-oi Roy, é a Shayenne de novo. Eu ouvi uns sons esquisitos da sala. Tô assustada. Será que tem alguém lá? O que eu faço?
" Querida, não sei. Dá uma espiadinha bem de leve e tenta ver o que é. Quem sabe não são seus pais voltando pra casa? Qualquer coisa liga de novo, viu?"
- Obrigada, eu vou dar uma olhada.
" É pessoal. O clima tá tenso hoje. Vamos aproveitar que o tempo tá passando e daqui há algumas horas amanhece. Olha os Panteras aí na sonzera pra dar uma animada!"
----------------------------------....----------------------------
-Roy, Roy, fala comigo, por favor! É a Shayenne! Eu fui na sala pra dar uma olhada e quando voltei pro quarto, a janela estava aberta. Me ajuda, eu tenho quase certeza que tem alguém aqui. Socorro!
" Calma gatinha, calma. Dá um tempo aí que de novo tá vindo uns ruídos daqui de perto. Que saco, hein! Será que você não se enganou não? O medo confunde a gente, viu? Peraí, que eu tenho que ver o lugar aqui também. Daqui há pouco liga de novo, falou? Lá vai mais uma e agora do Ozzy. Tá mesmo pra ele hoje."
-----------------------------------......-------------------------
" Shayenne, aqui fala o Roy do programa INVASÃO DE DOMICILIO. Se você estiver me ouvindo, liga de novo pra cá. Eu fui dar uma olhada na entrada do necrotério e a porta estava aberta também. Eu não sei o que está havendo, mas liga urgente, falou? Que porcaria! Tá vindo aquele barulho de novo na direção da sala principal. Mais música e daquí há pouco eu volto."( Marlyn Manson)
--------------------------------......-----------------------------
" Meu Deus do céu. Cara, eu vou cair fora daqui. Pessoal, só estou falando com vocês pra dizer que por hoje acho que deu. Eu encontrei...Peraí, alguém na linha. Pode ser a Shayenne. Tomara que seja ela. Shayenne, é você?"
- Minha nossa Roy, tinha um rato estripado no meu microondas. Me ajuda, o que eu faço, eu vou ligar pra polícia! Tenho que sair daqui... e agora? Não, não! Apagaram as luzes Roy, Alô!!!!
TU,TU,TU,TU....
" Não, não! Shayenne! Me responda. Tem alguém me ouvindo ainda? Olhem, não sei se me ouvem, mas tá tudo escuro aqui. Também to sem energia e não foi só um rato que eu achei. Era uma cabeça humana em decomposição cheia de vermes dentro do armário cirúrgico! O que foi isso? Ah, não! Um barulho, e veio daqui...daqui de dentro de onde eu estou! Droga. Tem alguém aí? Chamem a polícia. Alguém! Não sei se ainda estou no ar, mas vai tocar a banda que eu mais curto. Oficina g3, pelo menos eu me sinto melhor ouvindo isso!"
------------------------------.........-------------------------
" Shayenne, graças a Deus, fala, me fala o que está acontecendo aí! Como você está..."
- Ai, meu Deus Roy, ele está aqui. É horrível. Me ajuda. Não, me solta, me solta... NÃO, NÃAAAAAAAAAAAAAAO!
" Shayenne, responda, não Shayenne, não me deixe agora! Que droga. Roy Kelly falando do INVASÃO DE DOMICÍLIO, t,t,tem alguém na linha..."
- Tem sim, Roy. Bem do seu lado!
-------------------------------------......----------------------
( Amy Lee e sua banda começam a tocar)
--------------------------------------.....----------------------
" Aqui quem fala é Shayenne Gordon para o programa INVASÃO DE DOMICÍLIO. Não se preocupem pessoal, as luzes voltaram a se acender aqui no necrotério e está tudo normalizado de novo. Tenho ao meu lado o nosso grande amigo Roy Kelly, que resolveu ceder quanto á sua opinião sobre a história de meu irmão Billy Gordon, não é Roy?"

" Ah! Desculpem, é que o Roy não tem como falar agora, ele está meio  esquartejado no momento. Mas tenho também comigo o Billy  que tem algo importante a lhes dizer. Fala mano, o público é todo seu!"
" E aí pessoal. Como vão vocês? Meu nome é Billy Gordon e sei que tivemos alguns contratempos esta noite, mas o sol ainda não nasceu e antes que a segurança venha ver a bagunça que está isso aqui (sangue pra todo o lado), tenho uma história pra lhes contar. Bem, certa noite de domingo, durante um programa de rádio ao vivo, havia um locutor muito esnobe que adorava mexer com os outros. Mas um dia acabou por mexer com as pessoas erradas, e descobriu que muitas histórias sobre famílias psicopatas são baseadas na vida real!... e da pior forma possível. Já ouviram essa?"
Cayus Marcws pocotirios
Enviado por Cayus Marcws pocotirios em 19/10/2007
Reeditado em 25/10/2007
Código do texto: T700531

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e olink para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cayus Marcws pocotirios
Manaus - Amazonas - Brasil, 29 anos
48 textos (8165 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 09:21)
Cayus Marcws pocotirios