Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Inocente - Capítulo 8

Quando terminou de contar tudo, o delegado olhou firmemente para Anne:
- Ainda bem que você conseguiu fugir menina. Parte da história que Sérgio contou é verdade, mas não toda ela. Ele falou a verdade quando disse que armaram para o irmão dele, mas não foi ele que você viu no beco.
Anne franziu as sobrancelhas. E o delegado continuou:
- Na verdade, faz uma semana desde que enganaram Saulo, o irmão de Sérgio, e o mataram em uma brincadeira de roleta russa, para fazer parte do grupo. Cego pela vingança, Sérgio armou uma emboscada, sabia que os garotos vendiam drogas e marcou um encontro naquele local. Apenas um integrante do grupo foi encontrá-lo, mas Sérgio não desistiu e seguiu com seu plano. Quando o rapaz percebeu que era o irmão policial de Saulo, ele tentou fugir, mas foi baleado várias vezes por Sérgio, e morreu lá.
Anne ficou muito surpresa, mas lembrou-se da expressão triste de Sérgio ao lembrar do seu irmão.
- Você acabou presenciando tudo, e Sérgio poderia ter eliminado você, mas talvez ele quisesse que você acreditasse na sua história, e, enquanto você testemunhasse, ele fugiria, e continuaria sua vingança. Você teve sorte.
- É. Eu tive sorte...
Sérgio realmente planejava fugir, e seguir com a sua vingança, como havia dito o delegado. Encontraram-no tentando, em vão, escapar machucado, mas conseguiram pegá-lo, e o levaram a um hospital. O delegado disse que quando ele se recuperasse seria preso.
Ela também podia ter morrido. Até então, ela não entendia o porquê dele querer convencê-la a depor a favor do irmão falecido, e não tê-la eliminado. Talvez sua consciência não o deixava cometer tal ato. Talvez ele pensasse que não era justo mais uma pessoa inocente morrer nesta história.
Anne só queria chegar em casa.O carro policial a levou até o seu lar. Chegando lá, seu pai a esperava do lado de fora, e quando saiu do carro, não era necessário palavras de explicação ou de saudades. Apenas o abraço dado era preciso, para que Anne se sentisse, enfim, segura, protegida, e livre de tudo aquilo que aconteceu.
Brenda RL
Enviado por Brenda RL em 15/01/2018
Código do texto: T6226565
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Brenda RL
Fortaleza - Ceará - Brasil, 23 anos
14 textos (830 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/20 04:59)