Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ele deu uma pimbada nela dentro da cadeia

Ela o admirava porque ele cheirava doce de leite em pó e
tragava os próprios peidos debaixo de seus trapos...
A carcereira Divina todo dia dizia para o preso Tico a mesma
coisa: mostra a bunda aí cara kkk dava gargalhadas paquerando
Tico. Tico sorria pois era um dos poucos motivos que ele
tinha pra mostrar os dentes podres e sua ironia de tantos anos
esquecido atrás das grades.
Tico já estava preso há onze anos e no seu julgamento ele
pegou três anos de cadeia, mas como não tinha dinheiro nem
família ninguém dava a mínima pra ele e os agentes não deixava
sair nem uma carta dele para fora da cadeia.
Sem esperança Tico só lamentava dizendo que já estava cansado
daquele lugar. Um dia Divina resolveu testar a capacidade de
raciocínio de Tico e levou fumo pra ele na cela, Tico ligeiro
puxou assunto e disse: você brinca comigo falando pra mim
mostra a bunda e você gostaria de ver meu dinossauro da
cabeça cascuda?  Ela sorriu e disse: esse bicho deve está
morto seu Tico. Tico respondeu: está tão vivo quanto o seu
desejo de me ter por perto. Ela surpresa abaixou a calça do
Tico e o dinossauro cuspiu na cara dela, desesperada e sem ter
o que fazer Divina se entregou a Tico, eles tiveram um lance
doido e quando Tico morreu com infecção no intestino ela
chorou.
Daniel Pereira Dos Santos
Enviado por Daniel Pereira Dos Santos em 12/07/2019
Reeditado em 12/07/2019
Código do texto: T6693971
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Daniel Pereira Dos Santos
Marília - São Paulo - Brasil, 38 anos
12 textos (197 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/07/19 16:45)
Daniel Pereira Dos Santos