Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Deus existe e é bom...

Muitos de vocês já devem ter ouvido ou tenha lido a respeito desta história, porém vale a pena aos que ainda não a conhecem.

É mais ou menos assim:
Havia um Rei, que não acreditava em Deus e que gostava muito de caçar.
Toda vez que saía para suas caçadas, levava consigo o seu mais fiel servo. Este, contudo, era temente a Deus e repetia sempre: “Deus existe e é bom”, o que deixava o seu senhor muito irritado.
Em uma de suas caçadas os dois foram atacados por leões e no combate o Rei perdeu um dos dedos da mão.
Ar retornar, indignado o Rei disse ao servo: “Se seu Deus existe, porque ele permitiu que isto nos acontecesse?!”.
No entanto o escravo continuava com a sua convicção e repetia: “Senhor, Deus existe e é bom”.
Tomado por uma ira, o Rei mandou que o prendesse nos porões do castelo.
Alguns meses mais tarde, já restaurado, o Rei saiu novamente para caçar, mas desta vez sozinho.  Nesta ocasião foi atacado e aprisionado por uma tribo de índios os quais o levaram para sacrifício.
Antes de ser morto e ao ser apresentado ao chefe da tribo, foi imediatamente libertado por este, fazendo com que ele retornasse para o seu castelo.
Lá chegando, mandou libertar o seu servo e traze-lo a sua presença.
Contou o ocorrido e indagou se era o seu Deus que o havia salvado, em que o servo respondeu:
- Sim.  E continuou: - Os nativos o libertaram ao notar que lhe faltava um dos dedos.
Para que o sacrifício deles tivesse valor o prisioneiro tinha que estar em perfeita forma física.
E o Rei ainda insistiu: - Más para você, o que seu Deus tem feito ultimamente?! Passou os últimos meses aprisionado no castelo, sem liberdade.
Senhor, disse o servo: “Se eu não estivesse aprisionado, eu certamente estaria com o senhor na caçada, e seria eu o sacrificado, pois a mim não falta nenhum dos membros”.

 
Paulo Kostella
Enviado por Paulo Kostella em 30/10/2007
Código do texto: T716175


Comentários

Sobre o autor
Paulo Kostella
São José dos Campos - São Paulo - Brasil, 61 anos
922 textos (242944 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/02/21 16:51)
Paulo Kostella