Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
SER MULHER É UMA ARTE...


Ai de nós homens – coitados!
Se não fossem os agrados
Dessa cópia de Jesus...
Amiga, mulher, amante
Não nos deixa um só instante
Desabrigados de luz.

Ela transa sem tesão,
Urina sem por a mão
E vive presa à vaidade...
Compra até o que não usa,
Adora depois abusa
E chora sem ter vontade.

Sua alma é uma tocha,
Não tem calvície, não broxa,
Sua essência é um tesouro...
É esperta e sorrateria
Pois se o homem der bobeira
Leva "peruca de touro".

Por onde passa escraviza,
O mundo monopoliza
Com o seu feitiço fatal,
Deixa menino tarado,
Mexe com homem casado
E faz velho passar mal.

Eita fêmea perigosa!
Quando ama é uma rosa
E amigos não têm defeitos...
Mas quando odeiam, cuidado,
Chamam um santo de safado
Batendo com as mãos nos peitos.

Peito, perna, bunda e olhar
É o kit secular
Dessa dama guerrilheira,
Se tem raiva dos maridos
Gastam  dinheiro em vestidos
E o resto torram na feira

Lava, passa, dá massagem,
E até na libertinagem
É fera descomunal...
É guerreira, combatente,
É fêmea polivalente,
Nossa “clínica-geral”.

Até transa sem vontade
E atende a necessidade
Do monstro sexual
que muitas vezes nem nota
O amor que ela devota
Aos filhos e ao casal.

Seu coração de veludo
Nos supera em quase tudo,
A sua verve é diversa...
Enquanto fazemos guerra,
Elas dominam a terra
No carinho e na conversa.

Parabéns, mulher amada!
Que sempre sejas lembrada,
No Brasil e em toda parte...
Pois até Deus que é fiel
Gritou da porta do céu:
SER MULHER É UMA ARTE...

Nizardo Wanderley
Enviado por Nizardo Wanderley em 08/03/2007
Reeditado em 08/03/2008
Código do texto: T405235


Comentários

Sobre o autor
Nizardo Wanderley
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
684 textos (96552 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/20 18:05)
Nizardo Wanderley

Site do Escritor