Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
O poeta é a voz silencosa

Recatado lá no seu canto
Ou cantando pra seu povo
Escrevendo um verso novo
Ou declamando seu conto
Ele sempre estará pronto
Trazendo um tema diverso
Seja ele sã ou seja perverso
Falará com sua fala zelosa
O poeta é a voz silenciosa
Falando através do verso

Uma mãe chega chorando
Trazendo filho nos braço
Atingido por um balaço
Os médicos desenganando
Suas lagrimas derramando
Seu rosto fica submerso
Ela reclama ao universo
Porque dor tão dolorosa
O poeta é a voz silenciosa
Falando através do verso

Dos temas extravagantes
Descrevendo ele denuncia
Com classe e com simpatia
Não chega a ser agravante
Mas sua língua será picante
Sem perder o seu reverso
Em tema mais controverso
Sua fala não será piedosa
O poeta é a voz silenciosa
Falando através do verso

Crime é tema de violência
Tantos são com crueldade
Os índices de mortalidade
Cresce com incompetência
Um Brasil sem referencia
Índice maior do universo
Num mar de lama imerso
Perdeu a paz tão preciosa
O poeta é a voz silenciosa
Falando através do verso

Também fala da alegria
Da luz de um novo nascer
Do sertão bom de chover
Do reencontro que alivia
Da saudade que consumia
De um amor tão perverso
Da pobreza e do progresso
De uma paixão fervorosa
O poeta é a voz silenciosa
Falando através do verso

Nossa cultura é muita rica
Tem cordelista e pensador
Tem repentista compositor
Cada um com sua técnica
Produzindo obras poética
Distribuindo no universo
Tantos outros eu confesso
De qualidade tão valiosa
O poeta é a voz silenciosa
Falando através do verso.
Enêude Soares
Enviado por Enêude Soares em 16/04/2018
Reeditado em 16/04/2018
Código do texto: T6309768
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Que seja utilizado o nome do autor da obra na sua divulgação.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Enêude Soares
Colinas do Tocantins - Tocantins - Brasil, 54 anos
56 textos (2036 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/18 08:00)
Enêude Soares

Site do Escritor