Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ABOBRINHAS

Enfiou o pé na jaca
E caiu do seu cavalo
As aparências enganam
Mão de moça não tem calo
Só queria dar um grau
Quando viu que se deu mal...
Baixou a crista de galo.

Jacaré nada de costa
Em rios que têm piranhas
E quem tem um olho é rei
Entre cegueiras tamanhas
Cada um sabe de si
Mas em terra de saci
Tem que se ter artimanhas.

Dizem que o pulo do gato
É coisa que não se ensina
E água de morro abaixo
É igual fogo de menina
Não tem nada que segure
Nem é doença que se cure
Mesmo tomando a vacina.

Na casa da mãe Joana
Tem um pé de abacaxi
É lá que a coruja pia
Cobra fuma e o mico ri
Mas se tu não leva jeito
Fique aí com seu trejeito
Que mais lembra um travesti.

Grato, bela interação:

Você fez uma "salada"
Mas não sei se comeu dela
Salada boa é gelada
Misturada a cabidela
És um grande cordelista
Um dos primeiros da lista
No cordel, jamais apela!
                (Tiago Duarte)
Kid verso
Enviado por Kid verso em 02/06/2018
Reeditado em 01/10/2019
Código do texto: T6353667
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Kid verso
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
1157 textos (58685 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/21 20:38)
Kid verso