Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EU DESFRUTO NO PRESENTE/DO QUE PLANTEI NO PASSADO

Quem planta a colheita tem
Daquilo de que plantou
Se nasce é porque regou
Se rega a colheita vem
Desgraça é o que não tem
Disposição pra o arado
Ou fica desconfiado
E economiza semente
EU DESFRUTO NO PRESENTE
DO QUE PLANTEI NO PASSADO

Se alguém planta maldade
Não tem porque duvidar
Nunca jamais esperar
Que vai colher a bondade
Se eu planto felicidade
Posso ficar sossegado
Que aquilo que foi plantado
Volta pra mim novamente
EU DESFRUTO NO PRESENTE
DO QUE PLANTEI NO PASSADO

Futuro, uma interrogação
Só de Deus é conhecido
Mas se for bem concebido
Temos uma previsão
Seguir a lógica, a razão
Dizer não ao errado
O futuro planejado
De uma forma inteligente
EU DESFRUTO NO PRESENTE
DO QUE PLANTEI NO PASSADO
 
A semente que se planta
É a mesma que renasce
Do fruto que dela nasce
Desse mesmo se replanta
Essa beleza me encanta
E me deixa apaixonado
Deixo meus erros de lado
Pois sou deles consciente
EU DESFRUTO NO PRESENTE
DO QUE PLANTEI NO PASSADO

Miro o alvo, em frente vou
Sem lamentar o que errei
Eu sei que muito pequei
Mas quem de nós não pecou?
O futuro pra onde vou
Inda não está selado
Mas agora planejado
Conserto daqui pra frente
EU DESFRUTO NO PRESENTE
DO QUE PLANTEI NO PASSADO

Djalma Marques, Recife, 7/10/18
djalma marques
Enviado por djalma marques em 08/10/2018
Código do texto: T6471064
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
djalma marques
Recife - Pernambuco - Brasil
72 textos (8627 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 31/03/20 09:26)
djalma marques