Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aquele Amor

Aquele amor tão distante
Que jamais foi esquecido
O meu andarilho errante
De olhar rubro, e entercido
Lábios feito um vulcão
E nessa louca tentação
Eu perdi os meus sentidos

Onde estiveres agora
Meu poeta apaixonado
Pousa teu olhar na aurora
Em nosso céu aclamado
Assim eu te sentirei
Pois lá sempre estarei
Em nosso sonho guardado

Nesses teus lábios ardentes
Sonhei aportar os meus
Labios rubros atraentes
Doce mel deles
Verteu
Ares de um homem viril
Sobre meu corpo febril
Entrelaçado ao seu

Nessa tarde cor de vinho
Os matizes sobre o chão
Sobre as flores do caminho
Sublime contemplação
Eis-me aqui do outro lado
Vendo-te naquele lago
Que banhou nossa paixão

Vejo-te no entardecer
Sobre a linha do Horizonte
Olhar de insano querer
Manto rubro sobre os montes
Lembro teus loucos desejos
De beber-me toda em beijos
Afagando minhas fontes

Kainha Brito
Direitos Autorais Preservados
Kainha Brito
Enviado por Kainha Brito em 08/01/2019
Reeditado em 08/01/2019
Código do texto: T6546288
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Kainha Brito
Imperatriz - Maranhão - Brasil
496 textos (17105 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/01/19 21:50)
Kainha Brito