Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Felicidade

Em busca da felicidade encontrei
muita tristeza, vi a violência na
cidade e a ignorância por toda
 parte por onde a gente chega,
vi muita maldade e a fome
sobre a mesa e a desonestidade
roubando de quem peleja.

Vi sangue derramado e corpo
caído no chão, criança fazendo
assalto com uma arma na mão,
avistei um pastor tirando pecado
e prometendo a salvação,
vi um mendigo deitado em
cima de papelão, vi político
sorridente abraçando toda
gente em época de eleição.

Procurando a felicidade encontrei
o desrespeito, vi gente covarde
 brincando com o preconceito,
dei de cara com bullying  zombando
de criança só por causa do cabelo,
pois digo que se tiver coração
não deve bater direito.

Perguntei  para uma mulher se
ela viu a felicidade, ela disse:
como que ela é? aqui só vejo
maldade, mais um pouco à frente
avistei um senhor doente pedindo
por caridade, com um olhar tão
carente falando pela metade.

fui procurar a felicidade aonde
só tenha riqueza, vi uma mansão
cheia de grade uma linda piscina
cheia, carros de alta classe e muita
comida na mesa, lá não vi união
Ninguém ocupava as cadeiras,
cada quarto uma televisão me
encontrei com a ambição e
coração sem pureza.

Fui para o Sertão aonde à chuva
não chega,  molhei meu coração
com tanta beleza, avistei um
moço  e perguntei: você viu a
felicidade passar por essa  porteira?
ele disse: não vi! mas posso
te passar a receita.

Pegue um papel e escreva tudo
que não tem tristeza, use a fé
para se ter esperança, ajude
sempre quem puder, despreze
a ganância, ame sua mulher
e valorize quem te ama, plante
o respeito por os lugares que
você anda,  quebre o preconceito
faça tudo direito que a felicidade
você encontra.


{Dá uma olhada em Jairo poesias no YouTube!!}
Jairo de Souza
Enviado por Jairo de Souza em 27/10/2019
Reeditado em 30/10/2019
Código do texto: T6780728
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jairo de Souza
Artur Nogueira - São Paulo - Brasil, 34 anos
119 textos (4713 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/19 16:08)
Jairo de Souza