Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CONFISSÃO

Licença Senhor, Licença,
Pra eu falar-Te uma coisinha,
Baixinho no Teu ouvido:
Se o pecado não compensa
Já estou arrependido,
Ele já se me avizinha.

Ando morrendo de amores
Por uma mulher casada,
Confesso minha fraqueza,
Até já lhe mandei flores;
Por trás dessa gentileza,
Alma bem intencionada.

E cresce Senhor, e cresce,
Quase que não aguento,
Ela quer eu também quero,
A gente até se merece,
Às vezes me desespero
Nesse meu mar de tormento!

Seja como for Senhor
Livre-me dessa aflição,
Que há tempos me corrói,
Quase me mata de dor,
Dia a dia me destrói,
Dilacera o coração.

Perdão ó Senhor, perdão,
Se esse amor pecado for,
Mas uma coisa é certa:
Se for pra ficar no chão
Com a porta dela aberta...
Prefiro morrer de amor!

Grato, linda interação:

O Senhor te perdoou
E deu uma solução
os dois fogos apagou
dando fim tal paixão.
procure mulher solteira
o inferno não é besteira.
         (Hull de La Fuente)
Kid verso
Enviado por Kid verso em 10/11/2019
Reeditado em 13/11/2019
Código do texto: T6791694
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Kid verso
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
1157 textos (58685 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/21 21:42)
Kid verso