Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Resposta a um nordestino

Meu irmão me mandou admirado o seguinte verso:
Eu canto a fé na batina
Do padre do Juazeiro,
As rezas de Conselheiro,
As missões de Ibiapina,
Da irmã Dulce a doutrina,
Do camponês o sofrer,
Com suor a derreter
No calor do sol a pino.
Quando mais sou nordestino
Mais tenho orgulho de ser.

Estrofe do poeta Geraldo Amâncio Pereira, em homenagem ao dia do nordestino, 08 de outubro.

Eu lhe respondi da seguinte forma:
Não tenho fé em batina
Nem conheço o Juazeiro
Quem é esse Conselheiro?
Onde fica Ibiapina?
De Dulce qual a doutrina?
Camponês sim, vi sofrer
Mas nunca vi derreter
Nem véi, mulé, nem menino
Hoje em dia nordestino
Tenho é vergonha de ser.
djalma marques
Enviado por djalma marques em 05/01/2020
Reeditado em 05/01/2020
Código do texto: T6834919
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
djalma marques
Recife - Pernambuco - Brasil
72 textos (8627 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 31/03/20 10:44)
djalma marques