Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sapolula morre e chega no céu ( pela reza braba dos aposentados)

Isturdia deu no rádio
E tombém na internete
E deu na televisaom
Foi nutiça prá xicrete
Qui o Sapolula morreu
Num sei o qui nele deu
Imborcou, virô charrete!

Logo quiele abutoou
Imbarcô lá pros dedéu
E incontrô o Som Pedro
Lá na portinha du céu
Som Pedro coçô a barba
Coçô os pelim da carva
Fez careta prá xexéu!

"Munto bem meu camarada
Vem aqui móde proseá
Quero saber que tu feis
Oh! seu barbudo xaxá
Pois o povim do Brasir
Num pára de mi pedir
Num pára de reclamá!"

"Vancê prutegeu munta gente
Qui num vale um tustom
Qui robô meu povo pobre
Deixô mais triste o povão
Aposentado só chora
Tem munto pedindo ismola
I agora meu irmão???"

"Som Pedro eu peço favor
Prá móde eu me defendê
Nunca houve no Brasil
Arguém que desse prazê
Matando a fome do pobre
Distribuindo uns cobres
Vancê qui viu vai dizê!"

"Nunca houve no Brasil
Um cabra macho marrudo
Que truxesse pro sertão
De fartura quase tudo
Intom eu fisso bunito
E deixo na história iscrito
Sapolula é sacudo!"

"Eu sô o cara, Som Pedro
E num me arrependo nada
Mesmo das acusaçom
Eu digo que isso é nada
Isso é trocado de pinga
Mesmo que o juizo se vinga
Sô Sapolula, o paulada!"

Som Pedro coçô as barba
E tomém o seu bigode
Arribô as carça véia
Fungô iguar velho bode
Abalançô as oreias
Fez sartá as grande vêias
"Coesse sapo ninguém pode"!

"Vô ti mandá lá pra cima
Pras bandas do purgatório
Vancê percura os capetas
E pédi uns digitório
Vai pras ponte que caiu
Menos vortá pro Brasil
Te mando pro mictório!"

E ansim ficô Sapolula
Nos lurgá dos mais fedidos
Pois munta reza subiu
Deixô o céu sacudido
Tá nas garras do chifrudo
Prá pagá o qui fez, tudo,
Pro aposentado sufrido!


Thales de Athayde
Enviado por Thales de Athayde em 10/10/2007
Reeditado em 31/05/2009
Código do texto: T689208

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Thales de Athayde
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil
80 textos (6008 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 17:37)
Thales de Athayde