Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

## dividindo com vocês ##

Eu fico relendo este meu presente e tenho vontade de dividir com vocês essas histórias antigas, aqui recontadas pelo Rostand Paraíso. Não é propaganda do livro não, é que sou boba mesmo, adoro essas tiradas inteligentes e engraçadas, então, pra não rir sozinha, fico querendo compartilhá-las com vocês.

Vai mais uma.

A hitória que segue é contada por Edilberto Coutinho:

À mesa do Savoy (bar antigo onde  reuniam-se poetas no Recife), tudo era motivo de poesia. Sentados, Carlos Pena, Otávio de Freitas Júnior e Fernando Jorge de Lima. Carlos faz um comentário ácido sobre os oradores do Parque 13 de maio:

Uns totais ignorantes. Nem sabem que não sabem coisa alguma. Mas se consideram gênios. Cada um crê que tem o borbulhar do gênio.

Do seu canto, Otávio, médico e escritor, faz o genial diagnóstico:

Deve ser ameba mal tratada...

E Carlos Pena incorpora a piada ao poema em que ridiculariza aquele grupo:

Cada qual sente um gênio
dentro em si borbulhar
e, coitadinhos, nem sabem,
o que borbulha é a ameba
que não soberam tratar.


outra:

Tomando conhecimento  de que um famoso cirurgião de Rio Preto costumava recitar Manuel Bandeira quando operava, Agripino Grieco foi rápido no gatilho:

Talvez pra melhor anestesiar o paciente...



Tirados do livro "Fuxicos Literários" de Rostand Paraíso.

Achei ótimo esse comentário do meu amigo Fernando Brandi:

O senhor Agripino Grieco
Era um chato de galocha
Merecia um bom peteleco
Coitado...devia ser brocha
O doce Manuel Bandeira
Não merecia tal acidez
Grieco disse por brincadeira
Ou por total estupidez...
(Fernando Brandi)
É isso mesmo Fernando.
Beijos.
Taci.
TACIANA VALENÇA
Enviado por TACIANA VALENÇA em 29/11/2008
Reeditado em 07/12/2008
Código do texto: T1310423

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
TACIANA VALENÇA
Recife - Pernambuco - Brasil
2016 textos (153992 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/05/19 16:59)
TACIANA VALENÇA