Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

@@ um brinde consciente: 2009@@


Estive pensando em como é cansativo tentar ser coerente diante de tantas incoerências. Tentar compreender, cansa.

Neste final de ano, um pouco tomada por Raul Seixas, acho, estive sem graça. Por mais que os fogos pipocassem na esperança de um ano maravilhoso, pensava eu na hipocrisia, no caos que toma conta do mundo. Sei, talvez não fosse o momento para tais pensamentos, afinal um novo ano sempre traz novas esperanças, sempre foi assim...

Mas estava inquieta, confesso, viajando em noites mal dormidas, parecendo as horas chegarem sem alegrias. Será que até minhas esperanças foram saqueadas? Onde estaria minha poesia, que em tais momentos me salvaria???

Mas será que até pra isso tenho que ser educada? Pedir licença para estar sem graça?

Bebam, bebam muito, sorriam e acreditem que o ano realmente vai ser o melhor de suas vidas. Torço por todos, inclusive por mim, claro, mas com os pés no chão e sem nenhuma taça na mão.

Não me critiquem achando que estou deprimida e sem esperanças. Ainda acredito e tenho esperanças sim, em um mundo melhor, não sei em que tempo e nem se estarei viva para emocionar-me com a paz, com a felicidade de assistir uma vida digna para os africanos que passam fome e morrem a cada segundo, até mesmo para a minha cidade, cuja violência exacerbada faz com que vivamos temendo até descer do carro,mas mesmo assim acredito,  ainda, que tudo pode ser melhor, inclusive que as pessoas passem a ser mais humanas, mais confiáveis, menos desconfiadas, passem a olhar mais dentro dos olhos, passem a ser mais maleáveis com os outros, passem a olhar mais para seus próprios defeitos ao invés de criticar o próximo. Acredito sim, em tudo isso, mas temo pela boa vontade humana, tão pouca, tão egoísta.

Desculpem, talvez o texto esteja inapropriado para o momento, mas os fogos não me cegaram, nem as músicas taparam meus ouvidos para os murmúrios e lamentos  dos que sofrem, dos que não têm norte, nem sul, nem leste, nem oeste, porque pra eles qualquer caminho não dá na venda.

Desejo de coração, que as pessoas acreditem que podem melhorar o mundo, partindo de si mesmas. Olhem para dentro de si com maior exigência e para o próximo com mais amor e bondade, pode este ser o princípio de uma grande mudança.

Acredito que só poderemos ser "plenamente" felizes quando
pudermos, de alguma forma, ajudar ao mundo.


FELIZ 2009!

TACIANA VALENÇA
Enviado por TACIANA VALENÇA em 02/01/2009
Código do texto: T1363792

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
TACIANA VALENÇA
Recife - Pernambuco - Brasil
2015 textos (153965 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/05/19 19:59)
TACIANA VALENÇA