Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Trevo de quatro folhas



Era o sonho da gente. Entre doze e treze anos, meninas querendo ser gente, despertando para o sonho da vida, imaginávamos que se achássemos um seríamos felizes para sempre.

No gramado, logo acima da arquibancada da quadra de esportes, enquanto muitas suavam camisetas praticando algum esporte, nós, páreas e aleatórias, enquanto o futuro não vinha, procurávamos tesouro tão raro.

Outras arquibancadas, outros gramados, outros sonhos, vendo a vida passar, a eterna busca pelo trevo, aquele de quatro folhas, e a felicidade prometida, nas pétalas da pequena flor.

Um dia, descobri numa feira livre, sementes de trevo de quatro folhas. Não foi propriamente uma decepção, mas a certeza que a busca talvez, estivesse em outro lugar. Queria aquele raro, que se encontra no gramado, e que somente os afortunados encontram. Aquele, plantado para colher, tão simples e tão fácil, não satisfaria a busca de anos.

Entre trevos e sonhos, as vezes a busca é infrutífera, e outras se percebe que a busca por algo que se acredita de tanto valor, pode ser encontrado em qualquer esquina da vida – basta olhar melhor, ou quem sabe, não valorar coisas tão pequenas e não transformá-las em raros trevos de quatro folhas.
Fátima Batista
Enviado por Fátima Batista em 14/01/2009
Código do texto: T1384319
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fátima Batista
Santo André - São Paulo - Brasil, 56 anos
1436 textos (75151 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/07/19 02:02)
Fátima Batista