Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Chocolate



Muitos sabem que prometi ficar um ano sem comer chocolate. Bom, este período chegou ao fim. Mais precisamente no último dia 12. Mas como era de se esperar, não sai desesperada atrás de um pedaço de chocolate. Fui comer somente alguns dias depois. No Café do Ponto, num shopping da Capital, onde aos domingos exponho meus trabalhos de artesanato, pedi um café e uma torta de chocolate. Pareceu-me que a balconista sabia que deveria ser um ritual. Caprichou. Torta mousse com raspas de chocolate, e calda quente. Fiquei ali absorvendo cada naco do chocolate, e na verdade lembrando o ano que passou.

Não tenho o hábito de comer muito doce, mas o meu doce é chocolate. O meu sorvete é Flocos, o meu bolo Floresta-Negra. Talento, Crispys, Lindt, cerejas ao marrasquino, sonho de valsa, etc. Então, sempre que precisava de um doce, tinha que pensar em um substituto. As vezes, satisfaz, porém nem sempre. Na verdade, na maioria das vezes ficava aquela sensação de vazio, de insatisfação, e eu seguia em frente.

Eu fiz isso com chocolate. Tem muita gente que faz isso na vida – com a vida. Priva-se do que realmente lhe dá prazer por uma coisa qualquer e pensa que está feliz. Ou pior, pensa que é melhor comer pipoca a vida toda que esperar pelo tempo certo de uma torta mousse de chocolate, com raspas e calda quente. Eu prefiro ficar sem nada a quebrar os dentes com milho envelhecido.
Fátima Batista
Enviado por Fátima Batista em 21/02/2009
Código do texto: T1450288
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fátima Batista
Santo André - São Paulo - Brasil, 56 anos
1436 textos (75146 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/07/19 14:02)
Fátima Batista