Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aos 30

Aos 30 me acho jovem o suficiente pra pensar no futuro, mas não o suficiente pra ficar esperando que ele venha ao meu encontro e me reserve algo de bom sem que eu tenha que me esforçar ao máximo agora.
Aos 30 ainda me acho bela o suficiente, mas se não me cuidar tudo pode começar a cair, despencar, despedaçar, enrugar ou murchar, porque afinal, já tenho 30.
 Aos 30 ainda não sei o que vou ser quando crescer, embora me ache grande o suficiente pra decidir ser o que quiser.
Aos 30 sei que os passos têm de ser dados um de cada vez, mas nada acontece se o primeiro não for dado logo.
Aos 30 o tempo urge.
Aos 30 ainda não decidi o que fazer. Se caso ou se compro uma bicicleta já não é mais a dúvida cruel, agora que já casei só preciso escolher o modelo da bike. Difícil é começar a pedalar. Mais difícil ainda é decidir em que direção ir.
Aos 30 estou pensando em trocar a bicicleta por uma moto elétrica. Requer menor esforço e é mais ágil.
Aos 30 a vida continua, mas tudo está diferente. A consciência que eu tenho da vida que já vivi mudou, parece que tudo foi a muito mais tempo que o real, e o que ainda está por vir, virá mais rápido do que se espera.
Aos 30 tudo ficou confuso. Ainda aos 30 espero esclarecer.
Aos 30 pareço sentir a maternidade me chamar. Tenho certeza que quero ouvir, só não sei se estou pronta pra retirar os fones do ouvido. Também sei que nunca me sentirei totalmente pronta, melhor deixar acontecer.
Aos 30 me preocupo em como estarei aos 50, preciso decidir o que fazer pra viver bem, realizar meus sonhos, me realizar profissionalmente, ganhar dinheiro, me dedicar ao meu amor, a minha família e ainda me lembrar que no meio disso tudo quero ter filhos, viajar pelo mundo e ser feliz.
Parece que aos 30 continuo cheia de preocupações como tinha aos 20, 25, mas não tenho tanto tempo.
Quem chega aos 30 com profissão, família e filhos encaminhados ou decididos tem menos preocupações que eu, mas talvez não tenha vivido tudo o que a incerteza me permitiu até agora.
Aos 30 ter incertezas deve ser comum, afinal meu marido e minha melhor amiga, ambos com 30 também têm dúvidas, dilemas e futuro a serem resolvidos. Deve ser a crise.
Cinthia Davanzo de Alcântara Oliveira
Enviado por Cinthia Davanzo de Alcântara Oliveira em 05/06/2009
Reeditado em 05/06/2009
Código do texto: T1633798

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cinthia Davanzo de Alcântara Oliveira
Cruzeiro do Sul - Acre - Brasil, 40 anos
16 textos (1068 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/19 22:11)
Cinthia Davanzo de Alcântara Oliveira