Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Por que nascemos homens ou mulheres - "A teoria dos óvulos"

A teoria dos Óvulos
Professor Sergio Alexandre Mazzuco Leonardo
Eu, Biólogo e professor, deparei-me com esta teoria junto com o professor de Educação Física Adriano dos Santos Silva, em outubro de 2008, na barranca do rio Miranda no pantanal sul-matogrossense.
Estávamos curtindo a pescaria ao lado de um senhor que, pela aparência deveria ter uns 60 anos, vamos chamá-lo pelo nome fictício de Seu Antônio. Esse ao descobrir que trabalhávamos em uma escola, procurou puxar assunto, perguntando sobre os jovens na escola. Tentamos mudar o rumo da prosa, mas ele já iniciou suas considerações dizendo que o número de alunas, atualmente, é muito grande, disse isso referindo-se a época que, provavelmente, freqüentou a escola, que pelas condições sociais da época, o número de meninas deveria ser menor.
Tanto eu como o professor Adriano procuramos não delongar muito a conversa, mas o nosso interlocutor, Seu Antônio, foi logo tentando justificar o fato do número de meninas ser maior. E assim ele começou a explicar sua teoria.
“Antigamente nascia mais meninos do que hoje”, e justificou dizendo:
“A mulher, apesar de ser fisicamente mais frágil do que o marido, não tinha tempo de trabalhar fora, tinha que cuidar dos afazeres da casa, lavava a roupa, limpava a casa, cuidava das refeições e da louça, quando tinha filhos também se envolvia diretamente na educação dos mesmos. O homem, por outro lado, trabalhava o dia inteiro, chegava em casa tomava seu banho e se deitava no sofá enquanto a mulher continuava atarefada na lida doméstica”
“Na hora de dormir a mulher estava exausta e se acontecesse o planejamento de um filho, os óvulos do homem estavam mais descansados e ganhavam dos óvulos da mulher que estavam mais fracos pela quantidade de trabalho doméstico, assim provavelmente nasceria um menino.”
Após essa “rica” explanação o Professor Adriano olhava para mim e no seu interior demonstrava uma gargalhada profunda, o mesmo eu estava transparecendo a ele. Mas, sem desrespeitar ou sequer contrariar as ideias do Seu Antônio, concentramo-nos para ouvir a segunda parte da explicação. E assim ele continuou:
“Hoje em dia o mundo está muito mudado, a mulher trabalha fora e coloca uma empregada para fazer o serviço, quando fica em casa, trabalha muito pouco, a roupa é só por na máquina, tem máquina pra quase tudo, micro ondas, lavadora de louça, os alimentos são comprados quase prontos, às vezes é só pôr no fogo”.
E aí o que acontece? É surpreendente a conclusão do Seu Antonio.
“O homem mal sai do banho a mulher já esta toda fogosa querendo “cama” aí é claro que os óvulos dela estão mais fortes e descansados e vão ganhar dos óvulos do homem. O resultado só pode ser o maior número de mulheres que temos hoje”.
Eu mal sabia, mas naquele dia, aprenderamos muito, mas é claro que quando entramos no carro para irmos embora, a gargalhada foi geral, era muito engraçada e ingênua a explicação, ou melhor, a teoria do Seu Antônio. Aquela história não me saia da cabeça.
Comecei então a pensar sobre a teoria, e por mais descabida que parecesse - talvez pelo fato de que eu e o professor Adriano, temos o conhecimento das Leis de Mendel e o conhecimento da genética moderna - quantas pessoas poderiam ser convencidas pela “Teoria”, até mesmo o Seu Antonio poderia tê-la ouvido de outra pessoa. É difícil descobrir a origem dessa idéia. Quanto ao Seu Antônio, nunca mais tivemos noticias.
Agora imagine essa ideia antes dos conhecimentos de Mendel?
Desta história ficou-me a certeza da criatividade do ser humano e a capacidade de explicar fenômenos e eventos. É assim que a ciência se desenvolve, embora a “Teoria dos Óvulos” como ouso chamá-la, tenha chegado num momento errado na história da Ciência. Não podemos duvidar da capacidade de persuasão que ela impõe às pessoas menos informadas.
Agradeço a Professora Barbara Helena Becegato pelo apoio.
Mazzuco
Enviado por Mazzuco em 09/06/2009
Código do texto: T1640363


Comentários

Sobre o autor
Mazzuco
Miranda - Mato Grosso do Sul - Brasil
4 textos (922 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/20 09:02)
Mazzuco