Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
A você, minha amiga do peito, Fátima Peixoto
 
MINHA MELHOR AMIGA
 
É bem provável que eu seja merecedor e que de quem vos falo seja realmente um presente divino doado por quem nos ama tanto e quer que esse amor que ele nos proporciona seja dividido dentre tantos irmãos. E isto eu posso dizer que essa pessoa faz muito, e que por isso merece ser destaque.

Destaco, sim! Por que, falar dela nos dar prazer, porque nos sentimos muito bem. Pois não é preciso que sejamos a outra metade da laranja, e nem mesmo a tampa da panela para se completar. Sendo assim , quando falamos de alguém de quem realmente amamos , recebemos como então uma dádiva, um presente de Deus.

Há pouco menos de cinco anos conheci esta pessoa maravilhosa através de um poema que escrevi dedicado a um irmão desta, ou seja, ao personagem que o mesmo faz em um dos tantos trabalhos. Pois tudo aconteceu, mediante um site de relacionamentos, quando aceitei a solicitação desta ser minha amiga. Sim, uma das melhores amigas, e porque não a melhor amiga que já conheci.

Ela me trata como sendo um professor, coisa que, por causa das suas explicações, isto  me envaidece bastante. Sinto-me tão lisonjeado, que ficou até sem saber o que posso falar, pra não incomodá-la. Dizem, que um amigo não se ganha, tampouco se compra, se conquista. E foi isto mesmo que aconteceu, e é bem provável que eu a tenha conquistado e ela também a mim. 

Todavia, às vezes me encontro parado, pensativo e começo a ver que ela não vem ser uma amiga, mas a melhor irmã. Ela é daquelas que por muito que se faça, avisa logo que se saia de baixo para não machucar ninguém quando esta parece ser um rolo compressor, quando começa a falar.

Também nada é impossível se a mesma que é educadora, não soubesse educar muito bem.   E isto se resume, em fatos prestados por quem nos quer muito. Ela, em muitas coisas já me ajudou, e me ensinou como conviver com outras pessoas que nem estão ai pra nós que tanto lutamos.

Ela estende os braços e nos dá morada em seu coração. Amigas (os) assim sem o menor interesse, sem fazer qualquer alarde por causa dos tantos esforços, se entregam de uma maneira interessante, sem ao menos cobrar nada de nós. Pessoas assim são iluminadas, é alguém que por muito pouco se interessa por aqueles que nem estão sequer por aí. Assim então encerro, registrando mais uma vez a nossa comunicação.
Alexandre Oliveira
Enviado por Alexandre Oliveira em 24/06/2009
Reeditado em 25/06/2009
Código do texto: T1664749


Comentários

Sobre o autor
Alexandre Oliveira
Cabedelo - Paraíba - Brasil
2551 textos (246344 leituras)
2 e-livros (167 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/20 21:50)
Alexandre Oliveira