Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NO DIA EM QUE O HOMEM PISOU NA LUA...

Bem, eu era todo expectativa; embora eu já vivesse no mundo-da-lua, ver homens em carne e osso e botas e roupas de astronauta pisando por lá era uma grande novidade, aliás, a maior de todas elas; só vivi expectativa semelhante muito mais tarde quando passei a esperar pelas imagens do Hubble...
E, penso que foi por causa dessa imensa expectativa que eu nem vi o óbvio: eu não vi o homem pisar pela primeira vez o solo lunar. O que eu vi foi um dos astronautas descendo do módulo lunar como se o fizesse pela primeira vez e, engraçado, que só fui me dar conta disso 40 anos depois (lembrei-me do Napoleão dando um tiro de canhão no nariz da esfinge “...40 séculos vos contemplam...”).
Mas como eu era infantil! Afinal, quem foi que desceu primeiro e armou a câmera para filmar o evento? Transmissão de sinal para televisão! É impressionante como hoje não consigo deixar de pensar que os engraçadinhos armaram-um-cirquinho para valorizar a façanha; bem, a menos que havia lá um nativo lunático que tenha se prontificado a fazer as imagens pegando a câmera na escotilha e a levando para o melhor ângulo lá no solo da Lua...
E eu que ficava zangado quando um descrente não acreditava na proeza; a maquilagem sempre enseja descobrir a verdadeira face debaixo dela... Fazem tanto teatro ainda nos dias de hoje, por que será que não o fariam numa ocasião tão especial? Pelo menos para o Buzz Aldrin deve ter sido impactante a aventura para ele declarar o que disse na sua biografia: "O que um homem pode fazer como segundo ato depois de andar na Lua?"
Pena que o Buzz ainda ande dormindo; há gente mais lerda que me acompanha...

Chico Steffanello
Chico Steffanello
Enviado por Chico Steffanello em 21/07/2009
Código do texto: T1710637

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chico Steffanello
Sinop - Mato Grosso - Brasil, 61 anos
240 textos (28539 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/19 22:06)
Chico Steffanello