Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ameaças familiares

Isso mesmo, estou sofrendo ameaças, da minha própria família, sangue do meu sangue. Só porque eu contei umas historinhas à toa, que pouco lembram a verdade.

Já expliquei que poucos dos meus leitores os conhecem, que não tem perigo. Mas que nada, não adiantou. Expliquei que modifico os nomes, locais, até a personalidade do dito citado. Contestam dizendo que mesmo se ninguém souber, o citado sabe. Que não querem ver sua privacidade invadida. Que privacidade ? Se tudo que eu conto pode acontecer com qualquer pessoa, a qualquer momento? Não convenceu. Fui ameaçada de ser excluída das reuniões familiares, principalmente quando houver bebidas alcoólicas pois eles perdem
o controle facilmente, os meus familiares. Epa! Isso não posso mais falar também.

Logo a melhor coisa, que é escrever sobre a família, sobre os amigos, sobre a vida. Ainda bem que os meus amigos ainda não formaram uma associação ou coisa parecida, para me vetar. Família e amigos contra, seria o fim. Até entendo essa coisa familiar, do grupo, de não querer ver espalhada por aí suas bobagens, intimidades, micos. Acho que é como um pacto. É coisa de família. Como se todas não fossem tão iguais na sua essência, nos seus problemas, nas suas alegrias.
Tenho um tio que disse até que não me conta mais nada, o ingrato.
Logo eu que sou sua melhor ouvinte e conselheira. Minha sobrinha também, disse que o namorado morre de medo de mim. Quer dizer, das minhas crônicas.
Fica tranqüilo rapaz, não escrevo nada erótico ou pornográfico.

Até a empregada da minha prima já disse que aquela história do síndico que ela contou, não era bem assim, ela exagerou um pouco.Não adianta, se esconderem coisas de mim vai ser pior, eu acabo descobrindo e aí...

Brincadeira gente, vocês precisam colaborar. Relaxem e ajudem uma cronista a produzir. Família é para isso mesmo.
Ana Mello
Enviado por Ana Mello em 22/03/2010
Código do texto: T2152451
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ana Mello
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 58 anos
142 textos (25275 leituras)
2 e-livros (929 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/19 18:24)
Ana Mello