Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM DIA EM NOSSAS VIDAS...

Se formos força de nossos pais, porque não vejo minha luz?
Se somos semelhança de ternura, por que nunca encontro meu lugar?
São toques de passos lentos de uma obsessão, um encontro com o acaso
e tentam me dizer que existem os campos verdes floridos
será? Será que eles ainda mentem por baixo de anos sujos?
Será que se escondem de seu sentimento mais vazio?
Ontem pensei em te ligar, tentei disfarçar meus sentimentos
sussurrei alguns balbucios e nada aconteceu no mundo do silêncio
apenas um sonho ruim difícil de acordar, ou outra de nossas conversas paralelas
e isto tudo que sobrou fiz somente a mim mesmo, isto porque sou infantil
sou uma criança desgarrada e desfeita de encantos mundanos
feito de singelos elogios e maneiras hostis de aceitar os fatos
renascido de um dia de fúria...
descobrindo mil maneiras de se enxergar
descobrindo mil caminhos por entre as pedras
você foi a mais singela prova de que não somos elos perdidos
ou um desejo sinônimo de uma geração de nada
soldados e bandidos convivendo presos em celas de preconceitos
hoje a lua se levanta com sua cor mais púrpura
não temos que nos preocupar com os minutos que se vão
de qualquer forma eles sempre estarão perdidos em nossas coxas
e se você tentar descobrir quem sou infelizmente não lhe dará meu refúgio seguro
pelos goles de café a TV se desfaz em horas e horas de distração
somente porque todos foram banidos de seu próprio ego chamado amor!
Eu sei que sou fraco e sem forças para seu intento
sei que não sou seu véu que um dia lhe cobriu de certezas
mas um dia seremos mais, e viajaremos alem de nossa imaginação
e jamais deixaremos de habitar nossa casa.
Daykon
Enviado por Daykon em 21/10/2010
Código do texto: T2571074
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Daykon
Santa Fé - Paraná - Brasil, 38 anos
46 textos (1250 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/05/21 01:41)