Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para quem serão?




“Por quem os sinos dobram?”

Por vezes fazemos tais perguntas. Para quem serão aquelas belas flores? Para quem será tão doce e suave música? Para quem será tão linda poesia?
A quem se destinam os lacres das janelas? Para quem sopra o vento? Para quem as ondas cristalinas quebram nas brancas areias da praia?

Descobrir segredos por trás de palavras, atos é algo difícil. Extenuante. Por vezes, cruel.

As pessoas dizem: adivinhe para quem é? Como vamos saber em meio à multidão? Ninguém é adivinho, mago, bruxo, leitor de pensamentos para descobrir tais mistérios.
Ou, sabe quem encontrei ontem? Não seria mais fácil dizer: ontem encontrei fulano/fulana fornicando no ponto de ônibus?

Tais perguntinhas guardam sempre uma pontinha de maldade. “Ah, quero ver se ela é suficiente esperta pra descobrir!”, ou “vou fazer isso só pra ele passar a noite pensando nisso!”.

Mas voltando ao início – “por quem os sinos dobram?”, vezes ou outra, por maria’s e josé’s. Mas muitas, muitas vezes, por promessas não cumpridas, por mentiras bem intencionadas, por desamor não professado, por crueldade, por vingança, por falta de um coração com um pingo de humanidade.

Para quem serão: areias movediças, lacres nas janelas, moinhos de vento, palavras cruéis, riso ingrato? Para alguém que nos ame? Que nos ame incondicionalmente? Para alguém que abre mão de si próprio por nós? Ou para nós próprios? Para confirmar nossos próprios enganos? Para esconder as próprias lágrimas? É uma questão a se pensar!

Então, antes de perguntar a outrem, pergunte-se a si próprio: Para quem serão os tampões nas frestas impedindo a entrada do vento?
Fátima Batista
Enviado por Fátima Batista em 01/09/2011
Reeditado em 04/09/2011
Código do texto: T3194135
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fátima Batista
Santo André - São Paulo - Brasil, 56 anos
1436 textos (75156 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/07/19 18:39)
Fátima Batista