Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MESSALINA

MESSALINA :




Recostada  no divã  pensativa , ou distraída  , ela flerta. Seu corpo  estudado,  conservado , admirado  é seu objeto  de trabalho. Precisa  manter sempre  limpo,  sempre liso,  sempre bom. Arremata a figura, os dedos   pintados de vermelho  sangue, vermelho do pecado . Sabida e sapiente  esta ali  como mera mercadoria  que tem lá o seu preço. O homem se aproxima , senta  ao lado , pergunta o preço . Tudo acertado , apalavrado , contratado , a moça levanta quase sem roupa , com passos largos . Procura o rapaz da toalha, sabão e preservativos . A sala  exala cheiro  de fêmea , de macho , de sarro , de sexo . Sobem as escadas , ela na frente  com estudada cadência  de potranca  que sabe  onde  esta seu melhor  lado, sua  cadência  encadeada  do balançar das ancas .O homem  observa  extasiado  sequer pensando  que em poucos minutos  seu dinheiro mudará de dono . O momento é de  se extasiar tão somente . Com o corpo  loiro  mal protegido , desprotegido  da roupa fina , branca , transparente . Entram no quarto , acende a luz  mortiça  que deita sobre a cama  retangular ampla , com os indefectíveis  travesseiros  cardíacos  .Vermelhos , como rosa é a coberta , lençol  ou colcha  que cobre a cama que já foi chamada de Arena  de Vênus  O bom tom  e a profissão  sabida e treinada ensina  que um banho  quente ou mesmo tépido  ajuda a aliviar  as tensões , soltar a língua . . . e abrir a carteira . Interesseira  e trabalhadora  incansável , conta  com este pecúlio – e alguns outros mimos -  para manter a sua vida . O homem é assim preparado  para sentir-se ali como uma espécie de  nababo, um  xeique  das Mil e uma Noites . Massagens , álcool canforado, perfumes e outras pomadas  e unguentos  são o bastante para preparar  o porco , o leitão , ou o touro  para o que virá a seguir . Ouvinte escolada , sabe bem que a discrição  é sua  melhor arma ; o silêncio é de ouro e  que ouvir sem interromper ajuda a aumentar a sua conta bancária .Deita com ele , elogia-o dizendo  que o instrumento que tem  no meio das pernas  é enorme, mesmo que esteja murcho ou levemente torto. Diz que não encontrou cavalo  mais vigoroso em sua vida de puta , que tenha  coberto assim tão bem  esta  potranca (“ e olha que sou muito  criteriosa”. – diz entre dentes) . Tudo isso ocorre durante exatos  sessenta minutos , entre mordidas, afagos  e queixumes . Até que o mesmo rapaz das toalhas , ou um sinal vermelho  na cabeceira da cama , avisa que é hora de deixar  o  cliente . Outros homens á aguardam. Assim  recompensado  o cliente , a mulher descansa , banhasse e volta  ao divã, onde com graça  e fingida  inocência  espera mais um  incauto.

MARIO ORTMAN FERREIRA FILHO

GROTIUS
grotius
Enviado por grotius em 18/01/2007
Código do texto: T351473

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
grotius
Santo André - São Paulo - Brasil, 65 anos
444 textos (19097 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/09/20 15:29)