Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Alma Brasileira

Sou brasileiro
de estatura mediana
...

Desacredito no azar da minha sina...
(Edu Lobo)




A conversa a seguir aconteceu originalmente na língua inglesa, numa alfândega, e foi traduzida para facilidade de compreensão dos leitores.



Moço, roubaram meu passaporte!

Sim, mas tenho certeza de que poderei comprovar a minha nacionalidade brasileira e o senhor vai me deixar pegar este avião. Estou morrendo de saudades de voltar para casa. Andei enfurnado num republiqueta de terceiro mundo, longe de notícias do Brasil. Quero voltar! Me quebra este galho. Eu dou um jeito na chegada ao Brasil. Lá sempre há jeitinho para tudo, não somos rígidos e intolerantes. A cordialidade é a nossa característica, sobretudo com estrangeiros. Bem que vocês poderiam retribuir, não é?

Claro que estou disposto a responder o seu questionário oficial, se isso vai me fazer pegar o avião.

Futebol?! Pergunta de futebol?! Moço - não entendo coisa nenhuma de futebol. Mal sei quem foi o Pelé. Não torço por time algum. Para dizer a verdade nem entendo esse entusiasmo com Copa do Mundo, nem campeonatos. Um dia me vi sendo xingado por uma menina loira no trânsito de Porto Alegre, perguntando se eu era gremista, porque eu não estava buzinando para comemorar um título mundial do Internacional – para ela quem não era colorado devia ser gremista, não lhe passava pela cabeça que havia alguém indiferente. Eu hein!? Parecia retardada... Sei que futebol é mania nacional no Brasil, concordo. Mas isso não quer dizer que eu não seja brasileiro!!

Tá bom de música eu entendo. Manda! Ivete Sangalo?! Não, não conheço as músicas. Pergunta outra. Inimigos da HP? Bah! E a HP deixa falarem mal dos seus produtos assim, sem processo? Ah! É uma banda... Não conheço. Vamos fazer o seguinte: não me pergunte nada de funk, conjunto de pagodão, música de dupla sertaneja, axé music, música evangélica, que eu não vou saber responder. Sim, sei que no Brasil essas são as músicas de sucesso, mas eu não gosto. Acho vulgar. Mas isso não quer dizer que eu não seja brasileiro!! Adoro a Clementina de Jesus e o Paulinho da Viola, moço...nunca ouviu?

Ok. Vamos mudar de assunto, então. Novelas?! Bem, eu estive um tempo fora, não pude acompanhar... A última que assisti foi Saramandaia – tinha uma trilha sonora bem legal. É, dessas novas não saberia responder... Não assisto muito TV aberta. Nem o Jornal Nacional... Nunca. Nunca assisti esse Big Brother Brasil. Não saberia responder. Não sou alcoviteiro! É claro, concordo que a TV é uma mania nacional e até fico sem assunto nas rodinhas de amigos, às vezes, mas isso não quer dizer que eu não seja brasileiro!!

Carnaval?! Vamos pular este tópico. Eu me desligo completamente durante o carnaval. Fujo do barulho. Acho muito sem graça tudo aquilo, repetido todos os anos, da mesma maneira, para atrair turistas. Carnaval eu abandonei no tempo do lança-perfume Rhodia legalizada, com óculos de plástico, para evitar arder o olho. Ninguém cheirava – estatisticamente falando. Claro que, como homem, eu aprecio ver mulheres bonitas e seminuas. Mas também morro de vergonha, como cidadão, de saber que esse é o nosso cartão postal aqui fora. Mas não gostar de carnaval não me faz menos brasileiro!!!

Culinária brasileira? Eu aprecio um bom sushi. Mas lá em São Paulo é comum, moço – ah! o senhor também está com má vontade comigo... Gaúcho. Eu sou gaúcho, como Papa – ucho, ucho, ucho. Não, churrasco, churrasco mesmo, assim, no duro, não sei fazer não. Mineira. Comida mineira!! É a melhor do Brasil! Fiz pontos? Ufa!

Política? Em quem eu votaria? Eu lhe digo em quem eu não votaria de jeito nenhum, como bom brasileiro: em todos os políticos acusados de surrupiar dinheiro público. Nunca votaria no tal Collor, nem para síndico do prédio. Como?! Ele foi eleito senador agora?! E elegeram vários políticos suspeitos?! Severino Cavalcanti voltou?! Maluf voltou?! O quê!! O Delfim Netto orientando o governo?! Não acredito!! Que está acontecendo com o povo brasileiro, meu Deus! É só a gente ficar um pouco afastado e já não entende mais nada!! Mas, o fato de eu pensar diferentemente da maioria dos brasileiros, não me faz menos brasileiro!!

Sim moço, eu sei que não tenho a característica de brasileiro cordial. O senhor me viu brigando com aquela senhora porque ela estava furando a fila! Era uma brasileira, metida a espertinha. Sim, os brasileiros são cordiais, o Sérgio Buarque escreveu sobre isto, mas é estatístico, nem todos são cordiais. Eu não sou quando me pisam no calo. Mas isso não me faz menos brasileiro!!!

Me deixa voltar! Sei o Hino Nacional de cor! Choro de emoção com a beleza do Hino à Bandeira! Tenho alma brasileira, verde e amarela! Juro!
Taba Lucas
Enviado por Taba Lucas em 15/03/2007
Reeditado em 16/03/2007
Código do texto: T414202
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Taba Lucas
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 71 anos
66 textos (12971 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 04:35)
Taba Lucas