Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Voto direto e democrático

Alguns dizem que a única forma de mudar o Brasil é pelo voto. Eu discordo. Analisando a sistemática das eleições brasileiras, acredito que a única forma de mudar o Brasil é tirar a força que os partidos políticos exercem sobre o governo. Na verdade, votamos em partidos e não em candidatos. É o tal sistema de quociente eleitoral.
Mas afinal, o que é esse quociente eleitoral? É um cálculo complexo (lógico) que visa “balancear” a distribuição de votos... o que significa que o partido que garantir mais votos terá a chance de colocar mais dos seus candidatos no poder. Dessa forma, existem aqueles que “chamam” votos e elegem aqueles que são fortes somente dentro do partido. Por isso que cada vez mais os partidos estão chamando “celebridades” para atuarem na política... Veja o caso do Tiririca, que elegeu mais três candidatos que não conseguiriam ter os votos necessários para ganharem: Otoniel Lima (PRB), Vanderlei Siraque (PT) e o Protógenes Queiroz (PC do B). Fora tantos outros exemplos que conhecemos...
Isso gera uma falsa democracia, onde na verdade o que ocorre é que delegamos a algum partido a fazer as escolhas por nós. Está mais para uma oligarquia (governo de poucos) do que uma  democracia de fato ( governo pelo poder do povo).
Ao contrário do povo, os políticos entendem muito bem este sistema de quociente eleitoral e manipulam as decisões de forma indireta. Se um candidato está coma reputação “manchada”, basta colocar outro “puxador de voto” que com ele, levará aqueles que por si não conseguem mais votos. A tão sonhada renovação política fica prejudicada porque desta forma,mesmo que votássemos somente em “carinhas novas” as “carinhas velhas e corruptas” seriam eleitas da mesma forma... Isso explica o motivo pelo qual muitos políticos ficam eternamente no governo, mesmo sem uma reputação boa. Basta ele ser “forte” dentro do partido que ele SEMPRE terá algum cargo para ocupar... E para ser forte dentro de um partido vale tudo...
Se o poder é realmente do povo, então tem como mudar isso. Manifestações legítimas podem pedir que os votos sejam realmente diretos. Cada estado possui o número de candidatos a eleger devido a quantidade de eleitores, certo? A ideia é que sejam eleitos simplesmente os mais votados, independente o partido. Cada candidato se preocuparia mais em ser forte na sociedade do que dentro do partido. Aqueles candidatos que são bons, que realmente tem o que contribuir teriam mais chances de se eleger. O povo realmente escolheria os candidatos, e não os partidos (que é o que ocorre).
Com esta mudança, vários outros setores seriam corrigidos. Os sindicatos, movimentos e grupos voltariam a exercer a finalidade para o qual foram criados e deixariam de ser mais um braço do poderio político partidário. Isso porque temos que lembrar que o poder destes partidos não ficam estritos nos candidatos, mas em várias outras instituições. Isso tudo ocorreria com a simples mudança deste sistema. O voto é importante. É através dele que exercemos nossa democracia. Mas no Brasil ainda não é DIRETO e DEMOCRÁTICO.
Amanda Ribeiro
Enviado por Amanda Ribeiro em 19/06/2013
Código do texto: T4348605
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (Autoria de Amanda Ribeiro). Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre a autora
Amanda Ribeiro
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 36 anos
90 textos (8927 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/19 03:39)
Amanda Ribeiro