Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

IDIOTICES LINGUÍSTICA!

Como professor, estava, alguns dias atrás, no pátio do Masp, na Consolação, São Paulo acompanhando o protesto dos professores contra algumas atitudes de Michelzinho tomadas na calada da noite, "liderado" pela APEOESP, Sindicado dos professores do Estado de São Paulo e CUT, Central Única dos Trabalhadores.
Na ocasião, um dos responsáveis pelo discurso sobre o caminhão, começa a gritar de uma maneira intrigante, contra as atitudes pmdebistas, parecida com José Silvério, radialista e narrador de futebol  e Davi Miranda, líder, já falecido, de uma comunidade pentecostal.
Bem, nasci no meio pentecostal, então não me incomoda muito e, confesso, ouvi muito minha Portuguesa, por meio das rádios Bandeirante e Jovem Pan, por isso, de certa forma, tive alguma admiração por ambos, mas num momento, fiquei incomodado pelo discurso do homem do caminhão, pois, não satisfeito com o jeito ora pentecostal ora narrador de futebol, como camaleão, ousou converter- se num Guimarães Rosa inventando palavras a torto e a direito. Entre os neologismos utilizou o termo "aindamente." Não pude me controlar e, num ímpeto de raiva comecei a me afastar bem além onde não pudesse mais ouví- lo.
Bem, não que eu não goste de neologismo, mas não suporto gramatiquice, não suporto invencionice e, confesso, às vezes dá até anseia de vômito tais imbecilidades.
Tempos atrás, eliminaram, o "Y", clássico do abismo, ou melhor, trocaram- no por um vogal de valor similar, mas como não existe sinônimo perfeito, considerando a simbologia do primeiro, descaracterizou a essência da coisa ou cousa.
Após algum tempo eliminaram o trema de algumas palavras como tranquilidade. Já que querem aportuguesar o português, então escreva corretamente, trancuilidade, afinal, existe forma melhor de escrita que a essência da oralidade?
Quiseram eliminar os oceanos e unificar a Língua Portuguesa, já separada pelo tempo e pelo espaço em pró de uma nova unidade linguística?
Tiraram o acento diferencial e, agora, por causa de tantas babaquices e inutilidades, todo mundo acha que pode inovar, embora nada haja de novo quando se trata de "roda".
Imagine só, se cair na moda palavras como aindamente, coisamente e, enfim, daqui a pouco vão reinventar o alfabeto e, então meu amigo, segure, pois será um: aindamente, beemente, cemente, demente e ...
Do jeito que a coisa vai não sei não, ei?!- Estão eliminando a lógica e, daqui uns dias tirarão todos os pingos dos "I(s)".




 
Rezeile Selva Nascto
Enviado por Rezeile Selva Nascto em 03/10/2016
Reeditado em 19/11/2018
Código do texto: T5780168
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rezeile Selva Nascto
São Paulo - São Paulo - Brasil
14 textos (2010 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/19 12:14)
Rezeile Selva Nascto